0

Adolescente morre de peste bubônica na Mongólia

Apesar de foco pequeno, autoridades isolaram 140 pessoas

15 jul 2020
10h00
atualizado às 10h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um adolescente de 15 anos morreu na última segunda-feira (13) de peste bubônica, confirmou o Ministério da Saúde da Mongólia nesta terça-feira. Sem dar mais detalhes, as autoridades informaram que passarão outras informações para a imprensa "nos próximos dias".

Casos na Mongólia chegam a 140, segundo o Ministério da Saúde do país
Casos na Mongólia chegam a 140, segundo o Ministério da Saúde do país
Foto: WikimediaCommons / Ansa - Brasil

Conforme informou a agência de notícias chinesa Xinhua, o jovem teria comido carne de marmota com outros dois amigos pouco antes de sua morte ser confirmada.

Desde que novos casos da doença foram registrados no território, em 3 de julho, o governo informou que 140 pessoas foram colocadas em isolamento social - sendo que 15 delas tiveram contato com os três jovens - e estão sendo tratadas com antibióticos.

Já na China, o território semiautônomo da Mongólia Interior elevou o nível de alerta por causa dos novos casos. A Mongólia registra, ao menos, uma morte por peste bubônica todos os anos e também algumas centenas de casos, mesmo que o governo faça campanhas para tentar desestimular o consumo desse tipo de animal selvagem. A China registrou cinco mortes no país pela doença desde 2014.

A peste bubônica é causada pela bactéria Yersinia pestis e, apesar de ter matado mais de 50 milhões de pessoas no século 14, é uma doença facilmente tratável com antibióticos.

Veja também:

Explosão no Líbano: BBC visita epicentro do desastre no porto de Beirute
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade