PUBLICIDADE

México vai voltar a exigir vistos de brasileiros

Com o objetivo de frear o trabalho irregular e a imigração ilegal, o governo mexicano deu fim ao acordo de isenção de vistos com o Brasil; advogada alerta para número de brasileiros em detenção imigratória

1 dez 2021 12h02
ver comentários
Publicidade

O jornal oficial do governo mexicano publicou, na última sexta-feira (26), um acordo governamental que revoga o acordo de isenção de vistos com o Brasil. A partir do dia 11 de dezembro, turistas brasileiros vão precisar solicitar um visto para entrar no país. A medida é temporária, mas não há uma data de validade definida.

Foto: Wikimedia Commons / DINO

O principal motivo para a tomada da decisão é o aumento no número de brasileiros que cruzaram a fronteira do México com os Estados Unidos nos últimos anos para trabalhar ilegalmente no país norte-americano. Números divulgados pelo Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos mostram que mais de 46 mil brasileiros foram detidos na fronteira entre EUA e México entre outubro de 2020 a setembro de 2021, mais do que o dobro do apontado em 2019. 

Segundo a advogada Renata Castro, fundadora do Castro Legal Group, escritório de imigração com sede na Flórida, a equipe tem visto um aumento vertiginoso no número de brasileiros enganados pelos chamados "coiotes". Esses indivíduos informam ao estrangeiro que a entrada nos Estados Unidos pela fronteira com o México pelo famoso "cai-cai" é fácil. A prática é assim apelidada por brasileiros que consideram como uma estratégia de imigrar solicitando asilo.

Renata alerta que o processo de solicitação de asilo coloca os solicitantes imediatamente em um processo de defesa de deportação, o que significa que o período de permanência nos Estados Unidos é curto: "Muitos brasileiros engajam em um ato que desconhecem ser caracterizado como tráfico humano, em que chegam a apresentar alguma criança do grupo como sua, já que o governo costuma, mas não sempre, ser um pouco mais generoso com a entrada de indivíduos menores de idade. A prática coloca em risco uma possível legalização no futuro. Portanto, todo cuidado é pouco", disse.

Para a advogada, o número de brasileiros que permanecerão em detenção imigratória sem a possibilidade de entrada ao tentar a passagem pela fronteira será cada vez maior. 



Website:

https://castrolegalgroup.com/
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade