PUBLICIDADE

Justiça determina volta de mãe de Henry Borel para a cadeia

Decisão acata recurso do MP contra outra decisão judicial, que permitiu a soltura de Monique Medeiros no dia 5 de abril

28 jun 2022 - 16h59
(atualizado às 17h00)
Ver comentários
Publicidade
 Justiça determina volta de mãe de Henry Borel, Monique Medeiros, para a cadeia
Justiça determina volta de mãe de Henry Borel, Monique Medeiros, para a cadeia
Foto: JOSE LUCENA/THENEWS2 / Estadão

A 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou que Monique Medeiros, a mãe do menino Henry Borel, volte para a cadeia. Os desembargadores acolheram o recurso do Ministério Público contra decisão de 1ª instância que havia determinado a soltura de Monique e a sua transferência para endereço não conhecido, após supostas ameaçadas no presídio. Em 6 de abril, ela foi solta e monitorada por tornozeleira eletrônica. 

Em sua decisao, o desembargador Joaquim Domingos de Almeida Neto, relator do processo, destacou que Monique é acusada de homicídio praticado com tortura,  um crime hediondo, e sua permanência em logal sigiloso  "faz com que não possa haver fiscalização pelo Ministério Público, assim como dificulta que o Estado possa assegurar sua integridade". 

Segundo o tribunal, ela ficará detida em batalhão prisional enquanto as ameaças são investigadas. Monique Medeiros e o padrasto de Henry, o ex-vereador Dr. Jairinho, são réus pela morte da criança.

 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade