PUBLICIDADE

Jogo do tigrinho: prostíbulo, condomínios de luxo e influencers são alvo de operação

Ao todo, 12 mandados de prisão foram cumpridos

18 dez 2023 - 14h12
(atualizado às 14h18)
Compartilhar
Exibir comentários

Cinco influenciadores digitais foram presos pela Polícia Civil do Pará, nesta segunda-feira (18), durante uma operação que investiga uma organização criminosa envolvida em jogos de azar na internet, conhecidos como 'jogo do tigrinho'.

Fortune Tiger é um cassino online ilegal no Brasil, mas que ficou famoso através de influencers
Fortune Tiger é um cassino online ilegal no Brasil, mas que ficou famoso através de influencers
Foto: Reprodução / Perfil Brasil

Ao todo, 12 mandados de prisão foram cumpridos, sendo alguns deles em condomínios de luxo em Belém. Mandados de busca e apreensão também foram cumpridos em uma casa de prostituição na capital, intitulada Palazzo.

Entre os principais alvos estão influenciadores digitais que faziam propagandas das plataformas de apostas em seus perfis nas redes sociais. Suspeitos também foram presos em Castanhal e Bragança, no nordeste do Pará. De acordo com a Polícia Civil, a operação é resultado de quatro meses de investigação.

Os influenciadores digitais que estão sendo investigados são: Lucas Lobo, Ingrid Silva, Noelle Araújo, Susana Araújo e Glridson Soares, conhecido como o Mago das Unhas. Além deles, um dos alvos da operação, a dona da casa de prostituição Palazzo, Noelle Araújo, está sendo procurada pela polícia e é considerada foragida. 

O que é o 'jogo do tigrinho' 

O jogo de cassino online, do tipo caça-níquel, promete ganhos extraordinários em dinheiro. Na prática, o objetivo dele é que o jogador faça uma combinação de três figuras iguais nas três fileiras que aparecem na tela.

Como o 'jogo do tigrinho' não é desenvolvido pelas casas de apostas, ele pode aparecer em mais de um site, geralmente dentro de categorias como "cassino online", o que é proibido no Brasil.

Em diversos estados o "Fortune Tiger" ficou famoso principalmente devido à extensa campanha que incluiu muitos influenciadores digitais e jogadores que compartilham suas táticas para se dar bem.

No entanto, por ir contra a Lei de Contravenções Penais, que considera crime os jogos de azar em que o ganho ou a perda dependem da sorte, o jogo é considerado ilegal e agora o caso que busca os responsáveis pela divulgação e organização dos jogos é investigado.

*sob supervisão de Camila Godoi

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade