0

Henrique Meirelles declara patrimônio de R$ 377 milhões

Candidato do MDB foi ex-ministro da Fazenda em dois governos, presidente mundial do BankBoston e conselheiro da J&F, dos irmãos Batista

15 ago 2018
11h28
atualizado às 11h54
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, candidato do MDB à Presidência da República, informou possuir um patrimônio total de R$ 377 milhões ao Tribunal Superior Eleitoral. Ele é o segundo mais rico na disputa, atrás do candidato do Partido Novo, o engenheiro João Amoêdo, que declarou ter R$ 425 milhões no próprio nome.

ministro da Fazenda no governo Temer e ex-presidente do Banco Central no governo Lula
ministro da Fazenda no governo Temer e ex-presidente do Banco Central no governo Lula
Foto: Dida Sampaio / Estadão

Os dados constam na declaração de bens fornecida por Meirelles ao solicitar o pedido de registro de candidato à sucessão do presidente Michel Temer, padrinho político de sua candidatura. O prazo se encerra às 19h desta quarta-feira.

O emedebista possui R$ 283 milhões em ações e R$ 58 milhões em fundos de investimento e um apartamento avaliado em R$ 21 milhões, além de R$ 6,8 milhões depositados em conta corrente no exterior. Os bens não aparecem detalhados na página oficial da Justiça Eleitoral.

Em 2002, Meirelles elegeu-se deputado federal pelo PSDB em Goiás. Ele declarou ter um patrimônio de R$ 45 milhões, em valores nominais da época, com uma série de investimentos nos Estados Unidos, onde ele morava.

Entre os bens, estavam um Porsche Boxster 1997, então avaliado em R$ 66 mil, um apartamento nas imediações do Central Park, em Manhattan, estimado em R$ 15 milhões, além de R$ 23 milhões aplicados em ações de empresas de capital aberto na Bolsa de Nova York. No Brasil, ele tinha principalmente imóveis, como um apartamento à beira-mar em Ipanema, no Rio, e outro no bairro de Higienópolis, em São Paulo.

O ex-ministro da Fazenda no governo Temer e ex-presidente do Banco Central no governo Lula foi também, na iniciativa privada, presidente mundial do BankBoston e conselheiro da J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, na qual trabalhou no projeto do Banco Original.

Veja também

Minuto Estadão - Registro de Candidatos

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade