PUBLICIDADE

Eleições 2022: CNN, Band, RedeTV e Jovem Pan agendam debates

Rede Globo e SBT ainda não anunciaram; Jair Bolsonaro diz ter a intenção de participar de todos; Sergio Moro já externou o interesse em debater com Lula

21 jan 2022 16h50
ver comentários
Publicidade

Os debates entre os candidatos à Presidência da República já têm data marcada em quatro emissoras: Band, CNN, Jovem Pan e RedeTV!. O primeiro deve ocorrer em agosto, no início oficial da campanha, na Band. Outros veículos, como Rede Globo e SBT, ainda não anunciaram se e quando farão eventos do tipo.

Por meio de nota, a CNN informou que recebeu representantes de MDB, Podemos, PSDB, PSD, PT e PDT e marcou seu debate para 6 de agosto. Nenhum representante do PL, partido que abriga o presidente Jair Bolsonaro, esteve presente.

De acordo com a tradição de outras eleições, a Band realiza o primeiro debate da campanha e a Rede Globo, o último. Se de fato isso acontecer, o encontro na Globo deve ficar para o dia 29 de setembro

Confira a agenda de debates:

  • 4 de agosto: Band
  • 6 de agosto: CNN
  • 9 de agosto: Jovem Pan
  • 2 de setembro: RedeTV
  • 3 de outubro: CNN (apenas em caso de segundo turno)

Pré-candidatos

Bolsonaro disse que tem a intenção de participar de todos os debates eleitorais de 2022. A declaração foi dada em entrevista à RedeTV! no final do ano passado. Durante as eleições de 2018, o presidente esteve presente em apenas 2 debates, antes da facada da qual foi vítima.

O tema também tem mobilizado o estreante em campanhas e pré-candidato à Presidência pelo Podemos, Sérgio Moro, que foi desafiado e também desafiou rivais a debates cara a cara. Em dezembro de 2021, durante entrevista ao canal MyNews, Moro disse que não participaria de debates com Ciro Gomes (PDT) sem que o adversário mudasse sua "postura ofensiva e agressiva". Em live no canal do YouTube, Ciro reagiu ao comentário. "Ele não quer debater comigo porque eu vou dizer que ele é um corrupto'', disse o ex-ministro, que mobilizou seus seguidores nas redes em torno do assunto.

Moro, entretanto, já declarou interesse em um debate com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em rede social, o ex-juiz disse que os dois podem debater "a qualquer hora" sobre mensalão e petrolão.

Estadão
Publicidade
Publicidade