2 eventos ao vivo

Veja 10 frases de Dilma Rousseff em campanha à presidência

26 out 2014
18h12
atualizado às 19h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na acirrada disputa contra Aécio Neves (PSDB), com quem aparecia empatada tecnicamente desde o início do segundo turno, Dilma intensificou sua rotina de comícios, caminhadas, encontros e propagandas na reta final. Para você relembrar alguns dos principais momentos dessa trajetória, selecionamos aqui dez das melhores frases ditas pela presidente durante sua campanha à reeleição.

As 10 melhores frases da campanha de Dilma Rousseff
As 10 melhores frases da campanha de Dilma Rousseff
Foto: Divulgação

1. "Então a Califórnia é bolivarianista” – ao rebater pergunta de jornalista que havia chamado sua tentativa de plebiscito popular para a reforma política de “bolivarianista”

2. “A senhora mudou de partido quatro vezes nesses três anos. Mudou de posição de um dia para outro em problemas de extrema importância como a CLT, a homofobia e o pré-sal” – em embate com Marina Silva

3. “Não é possível governar apenas com frases de efeito. Sem apoio no Congresso Nacional não é possível assegurar um governo estável” – criticando a falta de apoio da candidata do PSB

4. "A verdade é que o governo do PSDB quebrou o Brasil três vezes" – mais de uma vez, em discussões com Aécio

5. "Onde estão os corruptos da compra da reeleição? Todos soltos. Da compra dos trens? Todos soltos. Da pasta rosa? Todos soltos. Do processo Sivan, da privataria tucana, aquela do limite da irresponsabilidade? Eu sou a responsável por investigar nesse País, sou a responsável por punir” – citando casos de corrupção envolvendo o PSDB

6. “É errado pegar um aeroporto feito com dinheiro público e colocar na fazenda de um tio. Não se faz isso. É feio” – ao rebater Aécio, que garantiu que não houve irregularidades na construção do aeroporto de Cláudio (MG)

7. "Candidato, não coloque Minas Gerais como sendo o senhor. O senhor não é Minas Gerais. Eu nasci em Minas, aliás, nasci bem antes do senhor. E quero dizer que eu saí de Minas não para passear no Rio de Janeiro. Eu saí de Minas porque fui perseguida” – lembrando a época em que lutou contra a ditadura militar

8. "Eu, candidato, não dirijo sob álcool e droga. E isso é uma questão que não afeta só a mim, afeta a todos os brasileiros” - elogiando a Lei Seca, aprovada durante seu governo, e fazendo referência à ocasião em que Aécio foi parado por uma blitz

9. “Candidato, eu proponho que a gente pare de discutir quem está mentindo” – na tentativa de encerrar as discussões com Aécio

10. "Vou comer um feijãozinho com arroz. Saco vazio não para em pé", em vídeo em que afirmou estar recuparada após queda de pressão em entrevista ao vivo

Nessa campanha, Dilma também mostrou que se integrou de vez às novas tecnologias e investiu pesado nas redes sociais – o que rendeu bons tweets de seu perfil. Como esses, por exemplo: 

Atacando Aécio, seu principal alvo

Usando gírias e marcas da linguagem virtual (como o "x" para designar gênero indefinido)

E, por fim, fazendo a linha "amiga do povão"

 

Veja também:

Motociclista fica ferido em batida contra automóvel no Brasília
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade