1 evento ao vivo

Atrás nas pesquisas, Anastasia consolida apoio de prefeitos mineiros

Candidato do PSDB ao governo de Minas registra 34% dos votos válidos; Romeu Zema (Novo), que não compareceu a evento com prefeitos, tem 66%

23 out 2018
11h14
  • separator
  • comentários

BELO HORIZONTE - Atrás nas pesquisas de intenção de voto na disputa pelo governo de Minas Gerais, o candidato do PSDB, Antonio Anastasia, conseguiu consolidar o apoio que recebeu dos prefeitos mineiros no primeiro turno. Em sabatina promovida pela Associação Mineira de Municípios (AMM) nesta segunda-feira, 22, o senador foi aplaudido por mais de 300 chefes de Executivos Municipais.

Apesar do apoio significativo, fontes ouvidas pela reportagem relataram que alguns prefeitos que estavam com Anastasia no primeiro turno chegaram a considerar a apoiar o adversário do tucano na disputa, Romeu Zema (Novo), que apareceu na última pesquisa Ibope, divulgada no dia 17, com 66% das intenções de voto - contra 34% de Anastasia.

Antônio Anastasia, candidado do PSDB ao governo mineiro
Antônio Anastasia, candidado do PSDB ao governo mineiro
Foto: Hugo Cordeiro/Divulgação/Antonio Anastasia / Estadão

No entanto, em razão de declarações de Zema consideradas polêmicas, principalmente relacionadas à privatização na área da saúde e da segurança pública, os prefeitos consolidaram o apoio ao senador do PSDB.

"Queríamos que os dois candidatos falassem com a gente. A gente precisa ter segurança de que o próximo governador olhe para os municípios. Não temos tempo para achismos e novatos", disse a prefeita de Guidoval, Soraia de Queiroz (PSDB). O prefeito de Boa Esperança, Hideraldo Henrique (MDB), disse que votou em Romeu Zema no primeiro turno, por motivações pessoais, mas que está considerando mudar o voto. "Agora estou em dúvida pois o Anastasia é muito mais preparado", disse.

Antes do começo da campanha, quando alguns partidos ainda não haviam fechado coligação, Anastasia tinha apoio de 291 prefeitos. Pouco antes do primeiro turno, quando parte dos prefeitos do MDB declarou apoio ao tucano, ele afirmou que contava com 600 palanques em prefeituras. Minas Gerais é o Estado brasileiro com maior número de municípios: 853.

Anastasia estima que, no momento, deve ter apoio de mais de 700 prefeitos. "A movimentação se dá pelas lideranças políticas, porque eu estou muito envolvido com sabatinas e debates", disse, antes de responder aos questionamentos dos prefeitos na AMM. Os senadores eleitos por Minas Gerais, Carlos Viana, do PHS, e Rodrigo Pacheco, DEM, também compareceram no evento.

Romeu Zema, que também seria sabatinado pelos prefeitos, não compareceu ao evento. Por meio de nota, o candidato explicou que teve atrasos em agendas no interior e não conseguiu embarcar a tempo para Belo Horizonte. Zema foi vaiado quando teve a ausência anunciada.

O empresário afirmou que seu governo, caso seja eleito, terá como marca o diálogo com as prefeituras. "Sou um defensor da causa municipalista. Seguimos com o apoio de quem quer uma nova Minas Gerais."

Zema minimizou o apoio dado pelos prefeitos para Anastasia. "Antes de falarmos de privatizações, precisamos retomar a valorização do nosso Estado. A venda de ativos do Estado ocorrerá somente nos casos em que houver melhoria de serviços e redução de preços para a população", disse o candidato sobre as declarações que teriam interrompido a debandada entre os prefeitos para o candidato do Novo.

O presidente da AMM, Julvan Lacerda (MDB), prefeito de Moema, lamentou a ausência de Zema. "Se ele quer ser governador, ele deveria estar pedindo nossa ajuda. Os prefeitos que são os principais apoiadores do governador", disse. No palco da sabatina, Lacerda criticou a justificativa do empresário e disse que o candidato deu preferência para outras agendas.

Durante a sabatina, Anastasia aproveitou para fazer críticas a Zema, afirmando que as propostas do adversário são "fora da realidade". "Governar um Estado não é para amadores. O problema não é o novo, mas sim o novato", afirmou durante as considerações finais.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade