USP é a 9ª melhor universidade entre os países do Brics

Na 3ª edição do ranking, Universidade de São Paulo é a única brasileira entre as dez primeiras; China lidera a lista

8 jul 2015
12h59
  • separator
  • 0
  • comentários

A organização britânica de pesquisa em educação Quacquarelli Symonds publicou nesta quarta-feira (8) o QS University Ranking Brics. Na 3ª edição do ranking, são classificadas as 200 melhores universidades dos países que compõem o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). A USP é a única brasileira entre as dez primeiras da lista.

Siga Terra Educação no Twitter

O ranking avaliou mais de 500 universidades dos cinco países que compõem o bloco, utilizando oito indicadores: reputação acadêmica, reputação entre empregadores, proporção entre professores e estudantes, percentual de professores com doutorado, publicações por professor, citações em artigos científicos, quantidade de professores e estudantes estrangeiros.

USP é a única universidade brasileira que figura no Top 10 do ranking das melhores do Brics
USP é a única universidade brasileira que figura no Top 10 do ranking das melhores do Brics
Foto: Marcos Santos/USP Imagens / Divulgação

Se for levada em consideração apenas a performance em alguns indicadores, a Universidade de São Paulo ficou em 3º em reputação acadêmica, 6º em reputação entre os empregadores e 7º em percentual de professores com doutorado. A China possui as duas mellhores e, no geral, colocou sete universidades entre as dez primeiras, e 39 entre as 100 melhores.

Ao expandir o ranking, o Brasil aparece com mais oito universidades entre as 50 primeiras. A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) é a 12ª; a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), ficou na 25ª posição; a Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), em 27º; a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em 37º; a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em 41º; a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em 42º; a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) ocupam a 47ª posição.

Há ainda uma preocupação em vista. Entre as 200 melhores universidades, o Brasil é representado por 40, sendo que apenas 12 delas melhoraram de posição em relação ao ranking do ano passado, enquanto 27 perderam posições. Uma foi listada pela primeira vez.

As principais notícias da manhã no Brasil e no mundo (08/07)
Finanças: planejador dá dicas para renegociar dívidas
Procura pela vacina da gripe entre 58 e 59 anos é pequena

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade