Entenda o que é o Ideb, índice que mede a qualidade da educação no Brasil

Até 2022, o País tem o objetivo de chegar à média geral de 6 pontos nos anos iniciais do ensino fundamental para que o índice seja celebrado nos 200 anos da Independência do Brasil

15 set 2020
09h41
atualizado às 10h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de 2019 foi divulgado nesta terça-feira, 15. Criado em 2007, o indicador é um dos principais mecanismos para medir a qualidade da educação no País. A partir daí, é possível traçar metas e estratégias para melhorar os resultados de aprendizagem. Entenda como funciona o Ideb.

O que é o Ideb e para que serve?

Criado em 2007, o Ideb é o principal medidor de qualidade do ensino fundamental e médio no País. Foi criado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação. O Ideb serve para estabelecer metas para cada rede e escola e monitorar o nível de qualidade do ensino no Brasil. Os dados também podem indicar como está o ensino por região, estado, município e escola.

Como a nota do Ideb é medida?

O resultado é divulgado em uma escala de zero a 10, levando em conta os dados de aprovação escolar, extraídos do Censo Escolar, e o desempenho dos alunos em Português e Matemática no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), prova aplicada pelo Ministério da Educação. O cálculo do Ideb é feito com base nesses dois números.

Quais são as metas do Ideb?

Até 2022, o Brasil tem o objetivo de chegar à média geral de 6 pontos no Ideb dos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano), para que o índice seja celebrado nos 200 anos da Independência do Brasil. Nos anos finais do fundamental (6º ao 9º ano), o objetivo é 5,5 pontos e, no ensino médio, 5,2. A nota equivale à média dos alunos dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), segundo compatibilização dos resultados do Ideb e do Pisa, avaliação aplicada pela entidade internacional, feita pelo MEC.

Veja também:

A igreja que conecta fiéis a Deus com a ajuda do álcool
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade