PUBLICIDADE

Dia do Assistente Social: saiba as funções e a importância desta profissão

Neste Dia do assistente social, conheça mais sobre estes importantes profissionais

15 mai 2024 - 09h12
Compartilhar
Exibir comentários

Hoje, 15 de maio, é o Dia do assistente social. Uma data para refletir e conhecer as funções destes profissionais, que lidam na prática com a implementação de políticas públicas e com a garantia dos direitos básicos.

A área de atuação do assistente social é abrangente, cuidam desde idosos que lidam com abandono e situações de agressão, até bebês, crianças e adolescentes que tenham seus direitos desrespeitados. Também trabalham com a população em situação de rua e atuam em casos de violência doméstica.

Conheça mais desta profissão!

15 de maio, o Dia do assistente social

15 de maio foi escolhido para ser o Dia do assistente social, pois, em 1962, foi nesta data que o decreto que regulamenta a profissão foi aprovado. Posteriormente, foi aprovada a Lei nº 8662, em 7 de junho de 1993, que também regulamenta a profissão, entretanto, foi mantido o dia 15 para celebrar a Assistência Social.

O Serviço Social ganhou reconhecimento no mundo após a 1ª Guerra Mundia, na década de 20. Já no Brasil, a primeira escola voltada para o Serviço Social foi fundada em 1936, em São Paulo. 

Como se tornar um assistente social e quais as suas funções?

Para se tornar assistente social é preciso fazer uma graduação em Serviço Social e se registrar no Conselho Regional do local de atuação. O curso de Serviço Social tem a duração de 4 anos. 

Assistentes sociais podem atuar na esfera municipal, estadual e federal, tanto na coordenação e elaboração de políticas públicas como no atendimento direto de pessoas em situação de vulnerabilidade. Também podem atuar no setor privado como assessores e conselheiros de empresas. 

Existem 3 níveis de complexidade na Assistência Social, básica, média e alta. Na básica, é feito o acompanhamento de famílias e indivíduos que se encontram em vulnerabilidade social por lidar com abandono, maus tratos físicos e/ou psíquicos, abuso sexual, uso de substâncias psicoativas, cumprimento de medidas sócio-educativas, situação de rua, trabalho infantil, entre outras.

Na média, o assistente social realiza um acompanhamento sistemático e monitorado de situações que requerem mais estrutura operacional. Mas, ainda são casos em que não ocorreu o rompimento do vínculo familiar. Tais como serviços de orientação, abordagem de rua, visitas a domicílios, reabilitação de pessoas com deficiência e outras situações.

A alta complexidade lida com cuidado integral, como moradia, alimentação, higiene e outras medidas de proteção de indivíduos retirados do ciclo familiar ou comunitário. São os casos da casas-lares para crianças, casas de passagem para mulheres vítimas de violência doméstica, abrigos para idosos, entre outras situações graves.

Qual é o símbolo da Assistência Social?

Confira o símbolo da Assistência Social e seu significado:

Créditos; Divulgação / IFRR
Créditos; Divulgação / IFRR
Foto: Brasil Escola

O símbolo da Assistência Social é uma tocha acesa apoiando uma balança. O equilíbrio da balança representa a equidade e a justiça social, ao passo que o fogo representa o conhecimento do assistente social utilizado para manter o equilíbrio dos pesos.  

Por Tiago Vechi 

Jornalista

Brasil Escola
Compartilhar
Publicidade
Publicidade