PUBLICIDADE

Adolescente negro é suspenso de escola por usar tranças no cabelo nos EUA após aprovação de juiz

Juiz decidiu que estudante pudesse ser punido pelo distrito escolar, e que escola não violou lei estadual contra discriminação

23 fev 2024 - 12h11
(atualizado às 12h21)
Compartilhar
Exibir comentários
Darryl George, de 18 anos, foi suspenso de escola por usar tranças nos cabelos
Darryl George, de 18 anos, foi suspenso de escola por usar tranças nos cabelos
Foto: Reprodução/NBC News

Um estudante negro de Austin, no Texas, foi punido pela escola com uma suspensão apenas por usar tranças no cabelo, e se recusar a tirar o penteado. Um juiz decidiu, nesta quinta-feira, 22, que o distrito escolar não violou uma lei estadual contra a discriminação.

Segundo informações da agência de notícias Reuters, um distrito escolar é um órgão responsável pelas escolas de determinada região nos EUA.

No caso em questão, o Distrito Escolar Independente da região de Barbers Hill, em Austin, decidiu que o aluno Darryl George, de 18 anos, seria suspenso por usar tranças nos cabelos. Ele foi suspenso em agosto de 2023, e enviado para um programa disciplinar durante todo o ano letivo.

No primeiro dia de julgamento do caso, o juiz Chap Cain decidiu que o distrito escolar não violou a lei estadual que proíbe a discriminação de cabelo baseada em raça, de acordo com a Reuters.

As leis que proíbem a discriminação de cabelo baseada em raça têm recebido mais apoio nos EUA recentemente
As leis que proíbem a discriminação de cabelo baseada em raça têm recebido mais apoio nos EUA recentemente
Foto: Reprodução/NBC News

Segundo o jornal local Houston Public Media, George relatou que tem “sentido muitas emoções”, na quinta-feira, 22, ao entrar no tribunal. "É uma sensação muito solitária ser a única pessoa presa em uma sala o semestre inteiro, o ano inteiro."

As leis que proíbem a discriminação de cabelo baseada em raça têm recebido mais apoio nos EUA recentemente, especialmente quando dizem respeito às texturas e estilos que são associados a uma determinada etnia ou nacionalidade.

O Texas é um dos 24 estados do país que aprovaram leis proibindo a discriminação, segundo o Instituto de Política Econômica. A lei foi aprovada no Texas em maio de 2023.

Nas redes sociais, a União America pelas Liberdades Civis do Texas escreveu que o distrito escolar "tem repetidamente atrapalhado a educação de estudantes negros no distrito por causa de seus códigos de vestimenta discriminatórios". 

Nesta quarta-feira, 21, colegas da escola de George realizaram um protesto a favor do aluno.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade