1 evento ao vivo

Método de ensino revoluciona instituições públicas e privadas

Ensino a distância cresce no mercado e já é opção para muitos cursos em instituições de ensino, treinamentos em empresas e órgãos públicos.

13 out 2017
12h19
  • separator
  • 0
  • comentários

A invenção do livro foi a primeira tecnologia de acesso portátil ao conhecimento, a primeira forma de aprendizagem a distância da história da humanidade, de acordo com Mário Sérgio Cortella, no livro "A Era da Curadoria".

Apesar dessa verdade histórica, nos tempos atuais, a digitalização do conhecimento e sua distribuição pela internet possibilitaram a criação de novas plataformas de acesso rápido e seguro à aprendizagem, e ao conhecimento de modo portátil e remoto.

Atualmente, a modalidade EaD (Educação a Distância) visa formar profissionais técnicos, graduados e pós-graduados com menor custo operacional para a instituição, menor custo por aula e flexibilidade de tempo para o estudante, além da possibilidade de quebrar barreiras geográficas. Um aluno do sul do país consegue, por exemplo, cursar uma faculdade no sudeste, se desejar, ou até em outros países.

Esta formação, que faz o aluno avançar no grau de escolaridade, requer que o curso ofertado seja autorizado pelo MEC.

Empresas também conseguem criar treinamentos para funcionários que se localizam fora da matriz, permitindo que se especialize sem custos de deslocamento, afetando menos a produtividade.

Estes cursos que não são formais, são considerados "livres", pois não há necessidade de ter autorização do MEC para ofertá-los.

EaD é versátil e pode ser usada também por empresas

Os cursos EaD podem ser ministrados integralmente de modo remoto ou com a complementação de aulas presenciais para temas ou experiências, a depender da metodologia de ensino adotada.

Até mesmo cursos mais práticos, como enfermagem, já estão aceitando essa modalidade de ensino para algumas disciplinas. Claro que, conforme a disciplina, principalmente quando envolve a área da saúde, ainda é necessário ter aulas presenciais.

E a vantagem das plataformas de EaD é exatamente essa: é possível moldar as aulas conforme a necessidade de cada curso, que pode ser 100% a distância, ou semipresencial.

EaD surgiu para aumentar a qualidade das aulas

Segundo o Ministério da Educação (MEC), a Educação a Distância é uma modalidade educacional cuja mediação didática e pedagógica dos métodos de ensino é aplicada por meio de tecnologias de informação e comunicação, em que professores e estudantes assimilam e desenvolvem conhecimento em lugares e tempos diferentes.

Em 26 de maio de 2017, foram aprovadas alterações na legislação que regulamenta a educação a distância em todo o Brasil. Com a atualização, as instituições de ensino superior podem aumentar a oferta de cursos superiores de graduação e pós-graduação a distância, incluindo a criação de polos de EaD e o credenciamento de instituições desta modalidade de ensino sem exigência de credenciamento prévio para a oferta presencial.

Com essa decisão, o MEC pretende ampliar a oferta de vagas no ensino superior para atingir a Meta 12 do Plano Nacional de Educação, que visa aumentar a taxa bruta de matrícula nos cursos superiores para 50%. A decisão está registrada no Decreto Nº 9.057/2017, publicado no Diário Oficial da União.

Como sempre, a qualidade do ensino a distância depende do empenho dos alunos e professores para a realização das atividades e avaliações propostas. Ou seja, o comprometimento de todos é fundamental para o resultado.

É possível criar aulas interativas, utilizar recursos tecnológicos como gamificação, storytelling e muitos outros. "No entanto, a plataforma escolhida para o EaD é fundamental para tornar essa ideia realidade, bem como o uso de novas tecnologias", observa Cláudia Vasconcelos, sócia da Avante Brasil http://www.avantebrasil.com.br, empresa especializada em soluções para a educação com foco em tecnologia e EaD.

A empresa, que há 10 anos vem crescendo na prestação de serviços EaD em todo o país, possui estúdio para gravação de aulas em vídeo, sala de reuniões com webconferência, além de uma Fábrica de Softwares e Cursos com profissionais de várias partes do país.


Para garantir a qualidade, a plataforma EaD precisa ser atualizada de tempos em tempos

Ao planejar um curso ou treinamento online, seja para empresas ou para instituições de ensino, é preciso verificar se a plataforma escolhida atenderá as necessidades dos alunos e gestores.

"É interessante contar com novas tecnologias, como aplicativos feitos sob medida para o EaD, que possibilitam o acesso remoto às aulas, ou mesmo o atendimento ao aluno em caso de dúvidas, enviando notificações e tornando o ensino sempre atual", finaliza Cláudia.

Foto: DINO


Website: http://www.avantebrasil.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade