0

Conheça o empresário Guilherme Paulus e seu estilo de atuar

3 jul 2018
18h17
  • separator
  • comentários

A CVC é hoje uma operadora e agência de viagens de capital aberto comandada por um grupo de executivos de mercado. A empresa passou de uma pequena agência de viagens, nascida em 1972, no município de Santo André, em São Paulo, à maior operadora de viagens da América Latina e maior rede de varejo de turismo do Brasil. O sucesso do empreendimento mostra muito do estilo de atuação do sócio-fundador da companhia, o empresário Guilherme Paulus.

Foto: DINO

Inovação

Formado em Administração de Empresas e com quase 50 anos de atuação na indústria do Turismo, Guilherme de Jesus Paulus — nascido em São Paulo, em 1949 — criou a CVC, ao lado do então sócio Carlos Vicente Cerchiari, em 1972. Ao longo dos mais de 45 anos de história da operadora, Paulus foi uma das figuras fundamentais que contribuiu para a pequena agência de Santo André chegar ao que é hoje. A colaboração dele, muito estruturada em sua capacidade de inovar, deu à empresa a oportunidade de ter, hoje, o mais amplo portfólio de produtos no mercado, que vai muito além dos tradicionais pacotes de viagem.

A venda de parte da empresa ao Carlyle Group aconteceu em 2009, quando Guilherme Paulus resolveu passar a contar com o apoio de um fundo global de investimentos capaz de levar a CVC a um patamar ainda mais elevado e o turismo a números cada vez mais expressivos. Em 2013, a empresa abriu seu capital na bolsa de valores. Atualmente, a CVC tem faturamento de R$ 5,2 bilhões anuais, cresce cerca de dois dígitos por ano e possui planos de abertura anual de 100 lojas.

A operadora de turismo fundada por Guilherme Paulus está presente em mais de 400 shoppings do Brasil e 140 hipermercados e galerias comerciais. Dentro da estratégia de expansão, ela iniciou, ainda, um processo de interiorização — ou seja, passou a abrir lojas em cidades com menos de 60 mil habitantes, o que significa explorar um nicho antes inexplorado por esse tipo de negócio. Além disso, o empreendimento trabalha com o conceito Omni Channel, integrando lojas físicas, virtuais e os compradores — o que não é muito comum no setor.

Responsabilidade Social

Outro aspecto muito presente no empreendedorismo de Paulus é a responsabilidade social. A CVC é engajada na causa e criou estratégias para destacar o tema. A empresa apoia o projeto PIET, de Foz do Iguaçu (PR), que visa formar jovens em situação de vulnerabilidade social para atuar no turismo. A operadora também é patrocinadora do Projeto Nacional de Iniciação Profissional em Turismo "Alfasol - Alfabetização Solidária", no qual jovens interessados podem participar de programas de imersão em turismo. A intenção é despertar o empreendedorismo na área.

A Companhia fundada por Guilherme Paulus adere, ainda, a práticas de responsabilidade social nas comunidades em que está presente. Há mais de dez anos, por exemplo, a CVC apoia a Instituição Assistencial e Educacional Dr. Klaide. A entidade está localizada em Santo André — cidade onde fica a matriz da operadora — e beneficia pessoas de baixa renda com reforço escolar, atendimento médico e psicológico, atividades de lazer, e cursos profissionalizantes para o público jovem.

Reconhecimento nacional e internacional

A CVC está entre as operadoras de turismo que mais embarcam brasileiros para América do Sul, Estados Unidos, Caribe e Europa — com bases próprias de atendimento em todos os destinos onde atua. No total, são mais de 30 mil parceiros entre companhias aéreas, hotéis, transportadoras terrestres e marítimas. Trata-se de um contexto que causa impacto na economia de cada lugar, gerando empregos diretos e indiretos e desenvolvimento local.

Por tudo que já realizou, Paulus tem sido prestigiado com honrarias por governos internacionais. Em 2012, ele foi homenageado pelo Governo Francês, por conta da sua contribuição ao desenvolvimento e promoção do turismo na França. Também já foi reconhecido pelas prefeituras de Cancun (México), Isla Margarita (Venezuela), Miami (Estados Unidos), Buenos Aires e Bariloche (Argentina) — por serviços prestados ao turismo.

No Brasil, Guilherme Paulus também possui muitas premiações, com destaque para títulos como Executivo de Valor, pelo jornal Valor Econômico; de Personalidade do Ano, pela revista Viagem e Turismo, da Editora Abril; e de empresário "Revolucionário das Relações de Consumo", conforme a revista Consumidor Moderno.

O executivo é considerado um dos maiores empresários da indústria de turismo. É membro do Conselho Nacional do Turismo desde 2003 e é o único empresário do setor que integrou o chamado Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) do Governo Federal. A participação de Paulus no CDES aconteceu entre os anos de 2012 e 2016.

Espírito empreendedor

A visão empreendedora de Guilherme Paulus também o fez atuar em outros negócios. O empresário já se destacou na área da aviação brasileira, quando adquiriu, em 2006, a companhia aérea Webjet — na época, com apenas uma aeronave — e conseguiu transformá-la na terceira maior empresa aérea do Brasil, operando em mais de 20 cidades brasileiras e com uma frota de 20 aeronaves. Em 2011, ele vendeu a companhia para a Gol.

Outro dos empreendimentos do executivo é a GJP Hotels & Resorts — rede fundada por ele em 2005, que iniciou com apenas um estabelecimento e, atualmente, é considerada uma das maiores redes hoteleiras nacionais especializada no turismo de lazer e eventos. Hoje, já são 14 hotéis e resorts distribuídos por todo o Brasil e plano de crescimento incluindo novas unidades nos principais destinos turísticos do País.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade