0

Como o networking pode ajudar no momento de busca por emprego

Uma rede de relacionamentos bem desenvolvida pode ser a solução para quem enfrenta a dificuldade de encontrar vagas e conquistar entrevistas

22 ago 2018
14h26
  • separator
  • 0
  • comentários

O número de desempregados no Brasil teve um recuo bastante sutil no último trimestre móvel (abril, maio e junho) de 2018. De acordo com o levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 12,4% da população brasileira economicamente ativa está desempregada. A porcentagem equivale a mais de 13 milhões de brasileiros em busca de uma recolocação no mercado de trabalho.

Foto: DINO / DINO

Ainda de acordo com o IBGE, o número de brasileiros que não trabalham nem procuram emprego (porque optaram pela informalidade ou desistiram da busca), também alcançou um recorde histórico: são 65 milhões de pessoas nessa situação. O cenário atual é resultado de uma sequência de fatores que comprometeram a estabilidade política do país, fazendo reverberar seus reflexos sobre a situação econômica e a geração de empregos.

Entre esses 13 milhões de desempregados, não é raro encontrar aqueles que, diariamente, estão distribuindo currículos em busca de uma oportunidade. Pessoalmente ou pela internet, essas pessoas utilizam uma estratégia que acabou sendo consagrada pelo tempo, mas que, na atualidade, precisa ser revista e melhor planejada. Há indícios de que o networking pode ser eficaz na busca por uma recolocação no mercado de trabalho.

O que é networking?

Networking é o termo utilizado para se referir à prática de estabelecer conexões com algo ou alguém. Em âmbito profissional, a prática do networking é responsável por criar e manter uma rede de contatos a partir da qual diversos objetivos de ajuda mútua podem ser alcançados. A importância do networking profissional é tão notória que até algumas redes sociais se especializaram na prática, como o caso do LinkedIn.

Em uma época onde a qualificação é cada vez mais importante e a concorrência para algumas vagas de trabalho é altíssima, o networking é uma ferramenta extremamente valiosa porque capital social não se compra nem se vende, e nenhuma universidade ensina a construir uma rede de relacionamentos com uma fórmula mágica. Mas é fundamental ter a consciência de que existem fatores mais importantes do que a quantidade de pessoas com quem se estabelece o networking profissional.

"O que determina o poder de influência do networking e até onde ele se estende não é o número de conexões estabelecidas, mas a qualidade e a profundidade delas. Contudo, o networking interesseiro, uma relação focada exclusivamente em extrair vantagens às custas de outra pessoa pode ter o efeito contrário, porque é uma relação artificial e superficial. Não é assim que o networking funciona", explica Bruno Cunha, Headhunter e Coach de carreira da Pontus Consultoria em RH (www.pontus.com.br).

Como funciona na prática?

O ponto principal do networking para quem está em busca de um emprego é não ter vergonha de admitir que está precisando de uma nova oportunidade e mostrar-se disposto a encarar novos desafios e vivências. Quanto mais pessoas souberem da busca e da necessidade, maiores serão as chances de ser lembrado no momento em que surgir uma nova vaga.

"Tudo depende dos objetivos a serem alcançados e do nível profissional que se almeja, mas de maneira geral, a receita é muito simples. Ligar para um antigo colega de trabalho ou convidar um amigo profissional da área desejada para tomar um café, pode ser um bom começo", sugere Bruno Cunha.

Não se deve criar a expectativa, entretanto, de que as pessoas tenham a obrigação de fazer favores uns aos outros. O candidato a uma vaga pode esperar ser lembrado para participar de um processo seletivo de maneira igualitária e justa com os outros concorrentes, mas não exigir algum tipo de favorecimento. Da mesma forma, quando a situação se inverte e o candidato passa a ocupar uma posição no mercado de trabalho, deve estar disposto a ouvir e ajudar outros membros da sua rede de contatos, pois é assim que o networking se sustenta.

Conheça mais sobre Bruno Cunha

Bruno Cunha é Headhunter & Master Coach de Carreira, com mais de 10.000 horas de atendimento presencial e online, ajudou milhares de profissionais no processo de desenvolvimento, recolocação profissional e transição de carreira. Saiba mais acessando o seu portal http://www.coachbrunocunha.com



Website: http://www.coachbrunocunha.com

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade