PUBLICIDADE

Datafolha: Governo Bolsonaro tem 45% de reprovação e 28% de aprovação

Pesquisa aponta melhora na avaliação do presidente entre mais pobres, mulheres, católicos e nordestinos

29 jul 2022 - 07h37
(atualizado às 08h21)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Poder360

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) é reprovado por 45% dos brasileiros, segundo levantamento feito pelo Datafolha. É o pior desempenho de um governante que disputa a reeleição desde que a possibilidade de um segundo mandato consecutivo foi liberada, em 1997.

Em relação à pesquisa anterior, realizada em junho, o presidente registrou uma oscilação positiva, mas dentro da margem de erro. Na ocasião, 47% dos brasileiros avaliaram o governo como ruim ou péssimo. E 26% consideraram a gestão boa ou ótima, índice que oscilou para 28% agora. Seguem achando a gestão regular 26%.

A pesquisa aponta também uma melhora na avaliação do presidente entre as mulheres, os mais pobres, católicos e nordestinos. A visão de ótimo e bom do governo subiu de 22% para 27% entre as mulheres. Já entre os mais pobres creceu de 20% para 25%. O índice entre os nordestinos oscilou de 17% para 25%, e entre católicos (54% da amostra) passou de 21% para 27%.

O melhor desempenho de Bolsonaro é entre quem ganha de 5 a 10 mínimos e evangélicos, com 37% de aprovação. O pior, entre nordestinos, com 49% de reprovação.

O Datafolha ouviu 2.556 pessoas entre os dias 27 e 28 de julho. A pesquisa, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-01192/2022, tem uma margem de erro de dois pontos para mais ou menos.

Desempenho de outros candidatos à reeleição

Em julho de 1998, na primeira disputa eleitoral com direito a reeleição, Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que venceu no primeiro turno, tinha 38% de aprovação e 19%, de reprovação. 

Em julho de 2006, Lula tinha os mesmos 38% de ótimo e bom, e 21% de ruim/péssimo. Naquela eleição, o petista vencendo seu Geraldo Alckmin (PSDB) no segundo turno.

Já em 2014, Dilma Rousseff (PT), que venceu Aécio Neves (PSDB) no segundo turno,  tinha 32% de aprovação e 29%, de reprovação.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade