PUBLICIDADE

Chegada de novas doses faz capitais retomarem vacinação

Cidades como o Rio chegaram a suspender campanha; Fortaleza e Recife já imunizam idosos com menos de 80 anos

26 fev 2021 05h10
| atualizado às 07h30
ver comentários
Publicidade

Após a vacinação nacional contra a covid-19 reduzir o ritmo na última semana, a chegada de novas doses fez com que prefeitos pelo País retomassem ou a ampliassem o público-alvo da imunização. São Paulo, Rio e pelo menos outras sete capitais já anunciaram novas fases da campanha. O governo Jair Bolsonaro tem sido pressionado por prefeitos e governadores para ampliar o cardápio de vacinas, ao mesmo tempo em que o País ultrapassou a marca dos 250 mil mortos e vê alta de internações.

Profissional de saúde aplica vacina contra Covid-19 em São Gonçalo
19/02/2021 REUTERS/Ricardo Moraes
Profissional de saúde aplica vacina contra Covid-19 em São Gonçalo 19/02/2021 REUTERS/Ricardo Moraes
Foto: Reuters

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, chegou a orientar os gestores a usarem todas as doses, sem reservar para a segunda aplicação, alegando que haveria fluxo de entrega. Depois, a pasta recuou e recomendou que metade do lote da Coronavac fosse guardado. No sábado, 27, São Paulo vai começar a vacinar idosos entre 80 e 84 anos nos cinco postos de drive-thru da cidade e nas 82 AMAs (Assistência Médica Ambulatorial). Nas 468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a imunização dessa faixa etária começa na segunda-feira, 1º.

O Rio, após suspender a vacinação, retomou a campanha nessa quinta, 25, aplicando doses em idosos com 82 anos. No sistema carioca, a imunização segue uma ordem decrescente: na sexta, serão vacinados os idosos com 81 e, no sábado, idosos com 80 e também das faixas etárias anteriores. A meta é vacinar 100 mil até sábado.

Em Fortaleza, a prefeitura retomou nessa quinta a vacinação domiciliar e por meio de drive-thru. A imunização ocorre após a cidade ter recebido nesta quarta-feira, 24, 20 mil novas doses da vacina AstraZeneca/Oxford. Com isso, a capital cearense dará seguimento à vacinação de idosos acima dos 75 anos.

Após receber nesta quinta-feira, 25, nova remessa com 29 mil doses das vacinas Coronavac e Astrazeneca, a prefeitura de Curitiba divulgou que irá retomar a campanha de vacinação. Do total, 9.370 doses serão destinadas à retomada da imunização dos profissionais de saúde e o restante irá contemplar a vacinação dos idosos.

A prefeitura de Salvador também retomou a vacinação de idosos na faixa etária de 80 anos nesta quinta-feira, 25, após a chegada de um novo lote com 29 mil doses à capital baiana na quarta-feira, 24. De acordo com a prefeitura, a imunização seguirá de forma escalonada.

Na quinta, as doses foram aplicadas para pessoas a partir de 83 anos e na sexta-feira, 26, serão vacinados idosos com 82 anos ou mais. Quem tem 81 anos será vacinado na próxima segunda-feira, 1º. Na terça-feira, 2, idosos de 80 anos serão contemplados.

A prefeitura de Goiânia ampliará a faixa etária de vacinação a partir desta sexta-feira, 26, para idosos com 80 anos ou mais após receber 25 mil doses da Coronavac e da vacina Astrazeneca/Oxford. Destas, 16 mil serão utilizadas para a segunda dose de idosos a partir de 84 anos e também para os acamados com idade a partir de 60. As demais serão para a primeira dose nos idosos do grupo que começa nesta sexta-feira.

O cronograma prevê a aplicação em dois dias, finalizando no sábado, 27. A imunização ocorrerá em cinco escolas municipais de Goiânia, além de dois pontos de drive thru.

Sem divulgar o quantitativo, a prefeitura do Recife informou que recebeu novas doses de imunizantes do Ministério da Saúde nesta quarta, 24. Com a chegada do lote, começará a vacinar idosos com 78 e 79 anos de idade. A imunização desta população ocorrerá por meio de agendamento.

A campanha no Distrito Federal é outra que será ampliada a partir de sexta, com a inclusão da população que tem de 76 a 78 anos. A partir desta quinta-feira, 25, o público-alvo poderá agendar a aplicação da 1ª dose pela internet. A inclusão do grupo ocorreu após o recebimento de mais 25 mil doses da vacina de Oxford. A estimativa da Secretaria de Saúde é de que haja 23 mil pessoas nesta faixa etária na capital federal. Existe, ainda, a previsão do ministério de que o Distrito Federal receba uma remessa de 11 mil doses da vacina Coronavac.

Porto Alegre também recebeu na manhã de quinta nova remessa de vacinas. O lote é de 21 mil doses produzidas pela AstraZeneca e por Oxford. A prefeitura também ampliou para 20 o número de postos de vacinação na cidade e prevê um novo calendário ainda nesta semana. Até o momento, 100 mil pessoas foram imunizadas, o que representa 6,77% da população da cidade.

Estadão
Publicidade
Publicidade