0

Brasil ultrapassa marca de 1,6 milhão de casos de covid-19

Número de mortes já se aproxima de 65 mil, conforme dados do Ministério da Saúde

5 jul 2020
19h08
atualizado às 19h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Brasil superou oficialmente a marca de 1,6 milhão de casos de coronavírus, enquanto o número de mortes já se aproxima de 65 mil, conforme dados do Ministério da Saúde atualizados neste domingo.

Mulher passa por grafite do presidente Jair Bolsonaro ajustando sua máscara protetora e em forma de vírus, em meio ao surto de Covid-19 no Rio de Janeiro. 02/07/2020. REUTERS/Sergio Moraes
Mulher passa por grafite do presidente Jair Bolsonaro ajustando sua máscara protetora e em forma de vírus, em meio ao surto de Covid-19 no Rio de Janeiro. 02/07/2020. REUTERS/Sergio Moraes
Foto: Reuters

O total de casos de covid-19 confirmados no país alcançou 1.603.055, sendo 26.051 registrados nas últimas 24 horas.

As mortes em decorrência da doença causada pelo coronavírus foram a 64.867, aumento de 602, de acordo com registros de sábado para domingo.

O Estado de São Paulo contabilizou 7.649 novos registros e liderou com folga a lista das unidades da federação com mais casos confirmados nas últimas 24 horas. Apenas a capital paulista teve 2.109 novos casos contabilizados de sábado para domingo, o maior número entre os municípios.

A cidade de São Paulo está em processo de reabertura, e a próxima fase começa nesta segunda-feira, com a volta das atividades em bares, restaurantes, salões de beleza e barbearias na capital.

O Brasil segue como o segundo país no mundo com mais casos e mortes relacionados ao covid-19. Os EUA têm mais de 2,84 milhões de registros da doença, com 129.576 mortes.

Em todo o mundo, o número de casos superou 11,34 milhões, com 530.656 vítimas fatais.

Veja também:

Por apoio à CPMF, Guedes vai propor cortar à metade tributos sobre salários
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade