PUBLICIDADE

Brasil se aproxima de 470 mil mortes por covid-19

Foram registrados 1.682 óbitos e 83,3 mil novos casos da doença em 24 horas

3 jun 2021 18h05
| atualizado às 20h29
ver comentários
Publicidade
Chegada de pacientes no Hospital de Clínicas, em Campinas (SP)
Chegada de pacientes no Hospital de Clínicas, em Campinas (SP)
Foto: DENNY CESARE/CÓDIGO19 / Estadão Conteúdo

O Brasil registrou 1.682 mortes por covid-19, elevando para 469.388 as vítimas fatais da pandemia no País, informou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) nesta quinta-feira, 3.

Ainda segundo o Conass, foram registrados também 83.391 novos casos de covid, totalizando 16.803.472 contágios confirmados.

Consórcio de imprensa

Segundo dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa, o Brasil registrou 2.082 mortes causadas pela covid-19 nesta quinta-feira. O número total de vítimas desde o início da pandemia no País chegou a 469.784.

A média móvel de óbitos causados pela doença, considerando dados dos últimos sete dias, ficou em 1.862. O número é 5% menor na comparação com o dado de 14 atrás, mas se mantém em um alto patamar, de acordo com especialistas.

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h.

O consórcio apontou 83.415 novos casos confirmados do novo coronavírus no País, o que fez o total chegar a 16.801.102. A média móvel de novos casos está em 65.713, 1% maior do que há duas semanas. Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil tem 15.228.983 pessoas recuperadas da doença e 1.105.101 em acompanhamento médico.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

* Com informações do Estadão Conteúdo

Assista também:

O coronavírus pode ser transmitido "pelo ar"? Veja resposta do pesquisador Vitor Mori:
Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade