3 eventos ao vivo

Bolsonaro diz duvidar que Justiça obrigue vacinação

O presidente Jair Bolsonaro criticou articulação feita por governadores para apresentar uma ação no STF em busca de vacinação compulsória

22 out 2020
20h24
atualizado às 21h25
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira duvidar que a Justiça determine vacinação obrigatória contra Covid-19 no país, ao criticar articulação feita por governadores para apresentar uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) em busca de uma imunização compulsória no país.

"Não funciona assim, enquanto eu for presidente da República ninguém vai obrigar ninguém a tomar vacina", disse Bolsonaro, que citou uma diretora da Organização Mundial da Saúde (OMS) que teria afirmado que a imunização não será obrigatória.

Os ministros Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, e Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, participam de live com o presidente Jair Bolsonaro
Os ministros Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, e Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, participam de live com o presidente Jair Bolsonaro
Foto: Reprodução / Estadão Conteúdo

Segundo Bolsonaro, a vacina será tomada por quem "bem entender".

"O povo não vai admitir isso aí. Eu duvido que a Justiça vai obrigar isso aí", afirmou.

Veja também:

Sabrina Sato revela que pai está hospitalizado com covid-19
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade