6 eventos ao vivo

Com brinde a Trump, rainha Elizabeth dá as boas-vindas

Convites para visitas de Estado são feitos pelo governo, mas quem atua como anfitriã é a rainha.

3 jun 2019
19h10
atualizado às 19h28
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma refeição de quatro pratos, mais de 2 mil talheres folheados a prata e ouro e um brinde à rainha: Donald Trump apreciou todos os detalhes do banquete de Estado que teve a rainha Elizabeth como anfitriã, nesta segunda-feira.

Presidente dos EUA, Donald Trump,  rainha Elizabeth, Melania Trump, Príncipe Charles e Camilla, duquesa de Cornwall
03/06/2019
Doug Mills/Pool via REUTERS
Presidente dos EUA, Donald Trump, rainha Elizabeth, Melania Trump, Príncipe Charles e Camilla, duquesa de Cornwall 03/06/2019 Doug Mills/Pool via REUTERS
Foto: Reuters

Embora seja a primeira vez em que Trump e sua mulher Melania têm a experiência de um banquete real britânico, a rainha está acostumada a tais ocasiões: é a 113ª vez em que Elizabeth recebe mandatários para uma visita de Estado.

Convites para visitas de Estado são feitos pelo governo, mas quem atua como anfitriã é a rainha.

Depois de ser recebido no Palácio de Buckingham com uma salva de tiros de canhão e uma banda militar em marcha, Trump teve um almoço privado com a monarca e um chá com seu filho, o príncipe Charles.

Eles então participaram de um banquete formal em que os homens usavam gravata branca e casacas e as mulheres vestidos de gala. Melania usava um vestido de crepe de seda da Dior com detalhes em tule de seda.

"Conforme olhamos para o futuro, estou confiante de que nossas valores comuns e interesses compartilhados continuarão a nos unir", disse Elizabeth no banquete, antes de brindar a Trump e sua esposa.

"Esta noite celebramos uma aliança que nos ajudou a garantir a segurança e a prosperidade de ambos os povos por décadas, e a qual acredito que durará por muitos anos", completou a rainha.

Trump exaltou Elizabeth por sua contribuição aos esforços da Segunda Guerra Mundial, recontando uma história em que ela repara o motor de um caminhão militar.

"Aquela jovem mecânica era a futura rainha --uma grande, grande mulher", disse Trump. "O laço entre nossas nações foi selado para sempre naquela grande cruzada."

"Conforme honramos nossa vitória compartilhada e as heranças, afirmamos os valores comuns que nos unirão por muito tempo em direção ao futuro; liberdade, soberania, autodeterminação, a justiça pelas leis e as alusões aos direitos a nós concedidos por nosso Deus Todo Poderoso."

Então a refeição começou: filé de linguado ao vapor com mousse de agrião seguido por um corte de cordeiro e depois por um doce de morangos com creme de limão e verbena e uma seleção de frutas frescas.

Os vinhos oferecidos incluíam um espumante inglês Windsor Great Park 2014 e um Cheateau Lafite Rothschild 1990.

A refeição foi servida no "Grand Service", conjunto completo de prataria com folheados em ouro feita por encomenda para George IV quando ele era príncipe de Gales, em 1806. O conjunto consiste em 4 mil peças, incluindo os pratos de jantar e 107 candelabros.

Segundo o Palácio de Buckingham, os arranjos finais para o banquete de Estado começam cerca de cinco dias antes da chegada do mandatário visitante e todos os detalhes são aprovados pessoalmente pela rainha Elizabeth.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade