1 evento ao vivo

Papa, Trump e rainha Elizabeth lamentam ataques a mesquitas

Líderes mundiais se pronunciaram sobre o massacre ocorrido em duas mesquitas na Nova Zelândia desta sexta-feira (15)

15 mar 2019
09h10
atualizado às 10h11
  • separator
  • 0
  • comentários

O papa Francisco, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a rainha Elizabeth II lamentaram e expressaram "dor" pelo massacre ocorrido em duas mesquitas na Nova Zelândia nesta sexta-feira (15) o qual deixou 49 pessoas mortas e outras 48 feridas.

Em um telegrama de condolências enviado pelo secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, o Pontífice afirmou estar "profundamente entristecido ao saber dos feridos e da perda de vidas causadas pelos atos sem sentido de violência".

Papa, Trump e rainha Elizabeth lamentam ataques a mesquitas
Papa, Trump e rainha Elizabeth lamentam ataques a mesquitas
Foto: ANSA / Ansa

O líder da Igreja Católica ainda expressou sua solidariedade "sincera" a todos os neozelandeses e, em particular, a comunidade muçulmana. "Consciente dos esforços de segurança e de emergência nesta situação difícil, Francisco reza pela cura dos feridos, o consolo daqueles que sofrem pela perde de seus queridos e para todos os afetados por esta tragédia", diz a mensagem.

Já a rainha Elizabeth II, por sua vez, demonstrou sua "dor" e disse estar "profundamente triste com os eventos assustadores de hoje em Christchurch".
"O príncipe Philip e eu enviamos nossas condolências às famílias e amigos daqueles que perderam suas vidas. Meus pensamentos e orações estão com todos", acrescenta a rainha em mensagem ao governo da Nova Zelândia.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também condenou o ataque e o classificou como um "massacre horrível", onde "49 inocentes morreram sem sentido".

Veja também:

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade