0

Novos recordes de frio em 2019 em capitais

6 capitais bateram recorde de baixa temperatura em 17 de maio

18 mai 2019
00h43
  • separator
  • comentários

Chuva, muita nebulosidade e a forte entrada de ar frio de origem polar derrubaram a temperatura em várias capitais brasileiras esta semana. Esta combinação explica os novos recordes de baixa temperatura estabelecidos na sexta-feira, 17 de maio, nas capitais Rio de Janeiro, Vitória, Belo Horizonte e Curitiba.

Já em Rio Branco e em Porto Velho, o recorde de menor temperatura do ano está associado a grande perda radiativa por causa da madrugada sem nuvens. Os estados do Acre e Rondônia sentiram a forte presença do ar frio de origem polar e muita nebulosidade no começo da semana, o que ocasionou recordes de baixa temperatura à tarde.

A tarde de 17 de maio foi a mais fria do ano até agora em Curitiba. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou apenas 16,1°C (valor lido às 21h de 17/5/19) de temperatura máxima na capital do Paraná. O recorde anterior era de 17,7°C em 15 de maio.

O Rio de Janeiro também teve a tarde mais fria do ano em 17 de maio, com a temperatura máxima de 22,9°C. Para os padrões normais da capital fluminense esta temperatura é muito baixa para uma tarde, mesmo no outono. O recorde anterior de menor temperatura máxima era de 26,2°C em 9 de abril.

Foto: Climatempo

Foto de Angela Ruiz, Curitiba (PR)

Em Vitória, capital do Espírito Santo, o recorde de menor temperatura máxima de 2019 foi batido pelo segundo dia consecutivo. A tarde de 17 de maio foi a mais fria do ano com a máxima de 24,2°C. O recorde anterior de menor máxima deste ano era de 25,7°C, em 16 de maio.

Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, a presença de ar frio polar e muita nebulosidade também causaram acentuada queda da temperatura. A tarde de 17 de maio foi a mais fria de 2019 com temperatura máxima de 20,7°C (valor lido às 21h de 17/5/19). O recorde anterior era de 21,6°C em 22 de março.

Porto Velho, capital de Rondônia, e Rio Branco, capital do Acre, registram na madrugada de 17 de maio as menores temperaturas de 2019 até agora. O recorde foi batido pelo segundo dia consecutivo.

O ar frio de origem polar atuou forte sobre estes estados no começo desta semana e além de baixar temperatura deixou o ar mais seco. A nebulosidade diminuiu muito e a madrugada de 17 de maio foi de poucas nuvens, o que aumentou a perda radiativa (perda de calor para o espaço). Isto fez a temperatura cair.

Em Rio Branco, o recorde de menor temperatura de 2019 foi batido com a mínima de 17,2°C. O recorde anterior era de 17,4°C, em 16 de maio.

Em Porto Velho, a madrugada de 17 de maio foi a mais do ano com a temperatura mínima de 19,5°C. O recorde anterior era de 20,1°C, em 16 de maio.

Climatempo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade