PUBLICIDADE

Entrevista não mostra Putin criticando Lula após encontro com Zelenski

22 set 2023 - 15h44
Compartilhar
Exibir comentários

É falso que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, criticou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por ter se reunido na última quarta-feira (20) com o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski. As peças de desinformação que fazem essa alegação compartilham como se fosse recente uma entrevista concedida pelo presidente russo em 2021 na qual não há menção a Lula. Tampouco há registros públicos de que Putin tenha tecido críticas ao presidente brasileiro após a reunião com o líder ucraniano.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam 550 mil visualizações no Tik Tok e centenas de curtidas no Instagram até a tarde desta sexta-feira (22).

Selo falso

Putin emitiu severas críticas a Lula após encontro com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky
Posts compartilham entrevista concedida por Vladimir Putin em 2021 à emissora americana CNBC acompanhada de legenda que sugere que russo teria criticado Lula
Posts compartilham entrevista concedida por Vladimir Putin em 2021 à emissora americana CNBC acompanhada de legenda que sugere que russo teria criticado Lula
Foto: Aos Fatos

Publicações nas redes têm compartilhado como se fosse atual uma entrevista concedida por Vladimir Putin em 13 de outubro de 2021 para fazer crer que o mandatário russo teria criticado a recente reunião ocorrida entre Lula e Zelenski em Nova York. Além de o chefe de Estado não fazer qualquer menção ao presidente brasileiro na entrevista, Aos Fatos não encontrou nenhum registro de que ele tenha feito críticas recentes à conversa bilateral ocorrida nos Estados Unidos.

No vídeo compartilhado pelas peças de desinformação, um homem narra supostos detalhes da conversa de Putin com a jornalista. Ele alega que o presidente russo teria dito estar decepcionado com Lula, que teria negado o convite para ir à Rússia, mas aceitado se reunir com Zelenski. No entanto, na transcrição original da entrevista, concedida à emissora americana CNBC, Putin comenta sobre a situação do mercado energético e critica a estratégia americana de usar o dólar como instrumento de sanção.

Em busca na imprensa e no site oficial da Presidência da Rússia, Aos Fatos não encontrou qualquer indício de que Putin tenha criticado a reunião entre Lula e Zelenski.

Na última quarta-feira (20), Lula e Zelenski se reuniram em Nova York em uma reunião bilateral às margens da Assembleia Geral da ONU. De acordo com autoridades brasileiras, o encontro durou cerca de meia hora e os dois líderes discutiram os caminhos para alcançar a paz. Essa é a primeira conversa presencial entre Lula e Zelenski, que enfrentaram desencontros e um mal-estar diplomático em razão das declarações do brasileiro sobre a guerra na Ucrânia.

Antes disso, Lula também se encontrou com Putin. Em maio, o presidente brasileiro disse inclusive ter recusado um convite para visitar a Rússia durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo. Já em setembro, o brasileiro convidou o russo para participar da próxima reunião do G20, prevista para ocorrer no Brasil em novembro de 2024, e ressaltou que ele não seria preso ao visitar o país. Putin tem mandado de prisão em aberto no Tribunal Penal Internacional por crimes de guerra.

Referências:

1. YouTube

2. CNBC

3. Kremlin

4. UOL (Fontes 1 e 2)

5. O Globo (Fontes 1 e 2)

6. G1 (Fontes 1 e 2)

Aos Fatos
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade