PUBLICIDADE

'Sangrava toda noite', diz ex-cliente de influencer que também fez peeling de fenol

Natalia Becker é investigada por homicídio pela morte de um empresário de 27 anos, que passou mal após procedimento

10 jun 2024 - 12h08
(atualizado às 12h51)
Compartilhar
Exibir comentários
Empresário Henrique Chagas, de 27 anos, morreu depois de fazer procedimento estético na clínica de Natália Becker
Empresário Henrique Chagas, de 27 anos, morreu depois de fazer procedimento estético na clínica de Natália Becker
Foto: Reprodução/Facebook e Rick Chagas e Reprodução/Facebook/Studio Natalia Becker / Estadão

Uma ex-cliente da influencer Natalia Becker continuou tendo sintomas cinco meses depois de passar por um procedimento estético. A mulher realizou um peeeling de fenol na clínica da suposta esteticista, no bairro Campo Belo, Zona Sul de São Paulo, assim como o empresário Henrique Chagas, que morreu após o procedimento.

A paciente, que não teve a identidade revelada, afirmou que seu rosto continava vermelho meses após o peeling: "Minha pele começou a ficar com pus e sangrava toda noite (...) Me iludi porque ela falou que em 10 dias estaria ótima a minha pele", disse em entrevista à TV Globo neste domingo, 9.

Natalia Fabiana Freitas Antonio é conhecida nas redes sociais como Natalia Becker. A polícia passou a investigá-la por homícidio pela morte do empresário Henrique Chagas, de 27 anos, que passou mal após realizar um peeling de fenol na clínica. O caso foi em 3 de junho.

À TV Globo, a paciente afirmou ficar nervosa ao ver notícias do caso de Henrique. "Com toda a história que eu vi com o Henrique eu fiquei muito abalada, eu penso que poderia ser comigo, não voltar para casa e ver meu filho", disse.

A influencer não quis comentar o caso da ex-cliente, segundo a Globo. Ela se apresentou à Polícia Civil em 5 de junho, dois dias após a morte de Henrique, e prestou depoimento por cerca de duas horas. Natalia também lamentou a morte do paciente e disse que tem vivido dias difíceis. A clínica dela foi fechada e autuada pela Vigilância Sanitária de São Paulo. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade