0

Rio registra 33 grávidas com suspeita de gripe suína

27 jul 2009
15h24
atualizado às 16h38
  • separator

O secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio Côrtes, divulgou, na manhã desta segunda-feira, que 33 grávidas estão com suspeita de gripe suína no Estado. A afirmação foi feita durante visita ao centro de referência para pacientes com suspeita da doença, no Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, zona oeste da cidade.

» Veja que cuidados tomar com a gripe suína
» Médico: risco para grávidas é 3 vezes maior


» Butantan pode fazer 44,2 mi de doses de vacina
» RS confirma mais 4 mortes; total no País vai a 38

Segundo estatística da Organização Mundial de Saúde (OMS), as grávidas tem três vezes mais chances de desenvolver complicações decorrentes da gripe suína do que a população em geral. Segundo o médico Alex Botsaris, especialista em infectologia, ainda não está claramente determinado pelos cientistas o motivo desta suscetibilidade maior das grávidas. Uma das possibilidades é o fato de elas produzirem, durante a gravidez, maiores quantidades do hormônio estrogênio, que reduz a imunidade.

A morte de uma gestante foi confirmada no Estado do Rio de Janeiro. A mulher, de 29 anos, morreu no dia 17 de julho, depois de apresentar um quadro de pneumonia. Além dela, mais quatro pessoas morreram de gripe suína no Rio de Janeiro: dois meninos (um de 6 e um de 10 anos) e duas mulheres (uma de 37 e uma de39 anos).

O governo do Rio treina 800 profissionais para trabalhar a partir de hoje nos centros de referência 24 horas que estão sendo implantados noEstado. Ao todo, serão 17 polos de atendimento estaduais: quatromantidos pela própria Secretaria de Saúde, seis em parceria com aprefeitura do Rio, três em conjunto com universidades, três com oMinistério da Saúde e um com a prefeitura de Niterói.

Hoje também começou a funcionar o Disque Gripe, que atenderá a população das 6h às 23h30 para tirar dúvidas sobre a doença. Os atendentes do número 0800-2810100 poderão até mesmo encaminhar pacientes para um doscentros de referência.

Com informações da Agência Brasil e do JB Online.

Veja também:

Lava Jato prende secretário de Transportes de SP por supostos desvios na Saúde
Fonte: Redação Terra
publicidade