PUBLICIDADE

Projeto 'Esse Rio é Meu' chega a mais de 700 escolas

Já neste ano, o número de escolas municipais participantes do projeto que estimula escolas na recuperação e preservação dos rios irá de 127 para 773 Projeto 'Esse Rio é Meu' chega a mais de 700 escolas

19 mar 2023 - 17h45
Compartilhar
Exibir comentários

O Programa Esse Rio é Meu, que estimula escolas na recuperação e preservação dos rios cariocas, vai aumentar. Já neste ano, o número de escolas municipais participantes do projeto irá de 127 para 773. O anúncio da expansão, que é consequência dos bons resultados, foi feito em evento realizado no Museu do Amanhã.

Foto: Divulgação / Diário do Rio

Com a ampliação, professores e alunos das escolas vão se engajar na preservação de 68 rios. No ano passado, 18 rios foram alvo do projeto, que é liderado pela organização planetapontocom, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e a Águas do Rio. O objetivo é que, no ano que vem, as 1.545 escolas da rede de ensino e 267 rios sejam alcançados pela iniciativa.

A presidente da planetapontocom, Silvana Gontijo, explica que o aumento do número de escolas e de rios reflete os bons resultados que têm sido registrados. "Quando o rio fica limpo e deixa de ser um valão, passa a ser um espaço de convivência e de empreendedorismo, transformando uma área degradada em um lugar de ações positivas", disse.

Ela explicou que o programa foi criado com a perspectiva de uma educação "com e por meio de causas". O foco na preservação dos rios foi definido a partir de uma pesquisa feita com professores do Brasil inteiro sobre assuntos que mais mobilizavam os alunos e jovens, sendo que 85% das respostas apontaram as causas ambientais e, entre essas, 72% a água.

O titular da Secretaria Municipal de Educação, secretário Renan Ferreirinha, afirmou que o programa Esse Rio é Meu é um exemplo concreto da importância, cada vez maior, da parceria entre a educação e o meio ambiente: "o que mais me encanta neste projeto é a capacidade de gerar um senso de pertencimento. Sustentabilidade, meio ambiente e desenvolvimento sustentável são uma obrigação nossa e uma missão escolar", ressaltou.

O evento contou também com a participação do chefe de gabinete da Casa Civil da Prefeitura do Rio, Lucas Padilha, do diretor superintendente da Águas do Rio, Sinval Andrade, de diversos coordenadores pedagógicos e professores e alunos da rede municipal de ensino e de alguns dos "embaixadores" do programa, como os jornalistas Ancelmo Gois, Zuenir Ventura, Edney Silvestre, Rosiska Darcy e Tina Corrêa e o ator Thiago Lacerda.

O evento foi encerrado com uma apresentação das crianças do Coral da Escola Municipal D João VI, de Higienópolis, que cantaram o samba enredo que fizeram em 2022 sobre o rio Faria Timbó, resultado de um trabalho conjunto de professores e alunos de conscientização sobre a importância da conservação do rio.

Diário do Rio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade