Política

Em julgamento no TSE, ministro diverge de relator e vota contra tornar Bolsonaro inelegível

29 jun 2023 - 11h23
Compartilhar

O ministro Raul Araújo discordou da condenação de Bolsonaro e votou pela improcedência da ação. Agora, o placar está empatado em 1 a 1. Restam os votos de mais 3 ministros para definir o resultado do julgamento. Na sua manifestação, o ministro Raul Araújo destacou que durante a reunião com embaixadores, foram apresentados fatos que são conhecidos por serem inverídicos e que já foram desmentidos. Araújo reconheceu que o evento teve uma conotação eleitoral, porém ressaltou que Bolsonaro abordou assuntos, como o voto impresso, que são passíveis de discussão. Por fim, ele defendeu que a análise de possíveis abusos deve se basear nos próprios contornos do fato em questão, sem levar em consideração impactos e eventos futuros.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Seu Terra












Publicidade