PUBLICIDADE

Política

Tarcísio indica policiais militares para Secretaria de Esportes e é criticado

Pelas redes sociais, usuários criticaram e ironizaram uma fala do governador, em que ele promete um secretariado "absolutamente técnico".

17 jan 2023 - 14h34
(atualizado às 14h37)
Compartilhar
Exibir comentários
Tarcísio indica policiais militares para Secretaria de Esportes e é criticado
Tarcísio indica policiais militares para Secretaria de Esportes e é criticado
Foto: Divulgação

A nomeação de policiais militares para cargos chaves do secretariado paulista, vem gerando críticas ao novo governador, Tarcísio de Freitas. O chefe do Executivo, que prometeu formar uma equipe "absolutamente técnica", indicou a coronel da Polícia Militar Helena Reis para o principal posto da Secretaria de Esportes do Estado.

A militar, que não possui experiência anterior com a área esportiva, tem 52 anos e concorreu a deputada estadual nas eleições de 2022 pelo Republicanos - mesmo partido de Tarcísio. Ela assumiu o cargo no dia primeiro de janeiro de 2023 e desde então já nomeou diversos policiais sem experiência com os temas relacionados à pasta.

É o caso de Paulo Sergio Merino, coronel reformado da PM, que ocupará a coordenadoria de Esporte e Lazer, um dos cargos mais importantes da pasta. Apesar de ser graduado em educação física , Merino dedicou-se exclusivamente à carreira na Polícia Militar.

Outra indicação com este perfil,  foi a nomeação da coronel reformada Mônica Puliti para assessoria técnica de gabinete da Secretaria de Esporte. Neste setor, Mônica atuará ao lado do major Marcelo Hideki Hanya, que se apresenta como piloto de helicóptero e instrutor de voo.

Pelas redes sociais, diversos internautas criticaram a presença de militares na Secretaria de Esportes. "São Paulo, uma gestão técnica. Só que não", escreveu ironicamente um usuário no Twitter.

Veja outra postagem:

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade