PUBLICIDADE

Política

Suspeito de tentar invadir o Palácio da Alvorada é preso pela Polícia Federal

Veículo usado pelo motorista também foi apreendido pela PF. O incidente está sob investigação

25 fev 2024 - 09h23
(atualizado às 12h18)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Um suspeito tentou invadir o Palácio Alvorada, residência oficial do presidente Lula, e foi preso pela Polícia Federal no mesmo dia. O carro foi apreendido e o caso está sendo investigado pela PF.
O caso aconteceu na madrugada do mesmo dia, e a PF informou ainda que apreendeu o carro utilizado, um Ford Focus
O caso aconteceu na madrugada do mesmo dia, e a PF informou ainda que apreendeu o carro utilizado, um Ford Focus
Foto: Divulgação/PF

O motorista suspeito de tentar invadir o Palácio da Alvorada, residência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi preso pela Polícia Federal por volta das 17h do sábado, 24. O caso aconteceu na madrugada do mesmo dia, e a PF informou ainda que apreendeu o carro utilizado, um Ford Focus. O caso está sob investigação.

De acordo com a PF, o homem seria um morador da região, e teria errado o caminho para casa. O suspeito ainda prestará depoimento. Ele teria desrespeitado o bloqueio, e não conseguiu se aproximar do Palácio. A portaria fica a cerca de 400 metros de distância do edifício. Depois, o indivíduo fugiu do local no próprio carro usado na tentativa de invasão.

O presidente Lula e a primeira-dama, Janja Silva, estavam na residência oficial no momento da ocorrência, mas não correram riscos, segundo informou a Agência Brasil. A PF disse em nota que aguarda informações do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, responsável pelos bloqueios e abordagens nas imediações dos prédios e residências oficiais do presidente e vice. 

Ordem de parada foi desobedecida

Ainda conforme informações da Agência Brasil, o GSI informou que houve tentativa de furar o bloqueio na via que dá acesso ao palácio Jaburu, onde mora o vice-presidente Geraldo Alckmin, além do Alvorada.

O motorista desobedeceu a ordem de parada no bloqueio e seguiu dirigindo em direção aos palácios. O carro teve os pneus furados pelo dispositivo com perfuradores de metal usado para evitar o avanço de veículos não autorizados. Os seguranças efetuaram disparos com arma de fogo, mas, apesar disso, o motorista conseguiu deixar o local sem ser detido. 

Esta não foi a primeira vez que houve tentativa de invasão nas residências oficiais do presidente e vice-presidente da República em Brasília. Várias outras ocorrências foram registradas nas últimas décadas.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade