PUBLICIDADE

Sergio Moro é recebido com gritos de "traíra" na Paraíba

O pré-candidato à Presidência retomou nesta semana as viagens que tem feito com o objetivo de conquistar apoio para a campanha

7 jan 2022 12h38
| atualizado às 12h45
ver comentários
Publicidade
Moro sofre novas traições no Podemos em votação da PEC dos Precatórios
Moro sofre novas traições no Podemos em votação da PEC dos Precatórios
Foto: Antonio Molina / Estadão

O ex-ministro e pré-candidato à Presidência da República pelo Podemos, Sergio Moro, foi alvo de protestos ao desembarcar no Aeroporto Internacional Castro Pinto, em João Pessoa (PB), na quinta-feira, 6. Em vídeos que circulam nas redes sociais, o ex-juiz foi recepcionado por um grupo de pessoas com vaias e gritos de "traíra", "golpista" e "vagabundo". 

Nas imagens também é possível ver um princípio de tumulto quando um homem reagiu aos insultos e partiu contra manifestantes, mas que logo foi controlado. Veja o vídeo:

 

 

Moro retomou nesta semana as viagens que tem feito com o objetivo de conquistar apoio para a campanha. Após rodar Estados do Sul e Sudeste no fim de 2021, o ex-juiz da Lava Jato planeja fazer neste início de ano um giro pelo Nordeste, região onde tem pouca entrada e que é tradicionalmente reduto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu adversário eleitoral.

Além da Paraíba, já estão definidas viagens para Ceará e Piauí, todos os três Estados governados por políticos de esquerda. Nesses locais também não há definição sobre pré-candidatos a governador que darão palanque para Moro na disputa deste ano. O ex-ministro vai ficar na Paraíba até o próximo sábado, 8, e vai visitar ainda as cidades de Campina Grande e João Pessoa.

Na agenda de pré-campanha estão previstas entrevistas para a imprensa local e reuniões com empresários. Não há previsão de reunião com o governador João Azevedo (Cidadania-PB) e prefeitos. O roteiro deve ser similar ao que Moro cumpriu em Pernambuco em dezembro, quando não se reuniu com caciques regionais e focou em dar entrevistas e aparecer em fotos ao lado de apoiadores.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade