0

Psol ataca decreto sobre armas: "legalização do faroeste"

9 mai 2019
19h07
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Presidente da República Jair Bolsonaro usa arma durante viagem oficial a Israel
Presidente da República Jair Bolsonaro usa arma durante viagem oficial a Israel
Foto: Reprodução/Instagram Jair Bolsonaro / Estadão Conteúdo

O decreto que facilita o porte de armas de fogo, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro na terça-feira, ainda rende discussão e protestos da oposição. Nesta quinta-feira, contrários ao atual governo subiram hashtag #ArmasMatam no Twitter para mostrar a insatisfação com a medida que inclui o porte a advogados, residentes de área rural, profissional da imprensa que atue na cobertura policial, conselheiro tutelar, caminhoneiros e profissionais do sistema socioeducativo.

O Psol foi o partido que encabeçou o protesto nas redes, principalmente com os deputados federais Marcelo Freixo, Luiza Erundina, Sâmia Bomfim, David Miranda, Áurea Carolina, Ivan Valente, as deputados estaduais Isa Penna, Mônica Francisco, o vereadores Tarcísio Motta e Talíria Petrone, entre outros.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assina o decreto da flexibilização de compra de arma de fogo e munição no País
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assina o decreto da flexibilização de compra de arma de fogo e munição no País
Foto: DIDA SAMPAIO / Estadão Conteúdo

Veja a repercussão na web do twitaço #ArmasMatam:

Veja também:

Polícia investiga ação do PCC nas eleições em SP
Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade