2 eventos ao vivo

"Problema nenhum", diz Bolsonaro a apoiadores após negativo

27 jul 2020
20h48
atualizado às 21h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que não teve qualquer problema, dois dias após anunciar que seu teste para Covid-19 deu negativo.

Bolsonaro chega ao Palácio da Alvorada de moto no último sábado
25/07/2020
REUTERS/Adriano Machado
Bolsonaro chega ao Palácio da Alvorada de moto no último sábado 25/07/2020 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

"Eu não tive problema nenhum. É muita pressão em cima do povo, né. Para quem tem problema de saúde e uma certa idade, qualquer coisa é perigosa", respondeu ele ao ser questionado por apoiadores se estava bem, quando chegou ao Palácio da Alvorada no início da noite.

O presidente anunciou no dia 7 de julho ter sido infectado pelo novo coronavírus e ficou isolado na residência oficial até sábado, quando seu exame deu negativo --antes disso ele teve dois testes positivos após o primeiro exame confirmando que estava com a doença. Após o anúncio do teste negativo no sábado, Bolsonaro saiu do palácio e foi passear de moto pelas ruas de Brasília.

O presidente inicialmente disse que já poderia tirar a máscara. Mas, após fazer um movimento de tirar e voltar com a máscara, disse que a imprensa -apontando para longe - "vai dar capa de jornal amanhã". Mas tirou a máscara várias vezes ao ser solicitado por apoiadores que lhe pediram fotografias e selfies.

Durante o período de isolamento, o presidente fez uma defesa enfática da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19, chegando a aparecer tomando a droga e mostrando a caixa do medicamento publicamente. O medicamento, no entanto, não tem eficácia comprovada contra a doença.

Veja também:

Lava Jato prende secretário de Transportes de SP por supostos desvios na Saúde
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade