PUBLICIDADE

Política

Perfil que viralizou ao defender trabalho escravo rouba imagens de influenciadoras dos EUA

16 mar 2023 - 14h09
(atualizado em 17/3/2023 às 12h08)
Compartilhar
Exibir comentários

A dentista Lara Torres Villas Boas, moradora de Florianópolis que se identifica como cristã e pró-vida, viralizou no Twitter no início desta semana ao defender as vinícolas Garibaldi, Salton e Aurora, associadas a uma empresa que mantinha trabalhadores em situação análoga à escravidão.

O tuíte dela — que trazia uma foto das garrafas dos sucos de uva com a legenda "se a esquerda cancela, nós, que somos maioria, iremos exaltar" — ultrapassa 8 milhões de visualizações, teve o print disseminado em outras redes e chegou a ser repercutido pela Veja. Villas Boas, no entanto, não existe.

Print mostra foto de três garrafas de suco de uva com legenda que diz ‘Se a esquerda cancela, nós, que somos maioria, iremos exaltar’
Print mostra foto de três garrafas de suco de uva com legenda que diz ‘Se a esquerda cancela, nós, que somos maioria, iremos exaltar’
Foto: Aos Fatos

'Iremos exaltar.' Tuíte publicado na manhã de segunda-feira (13) teve mais de 8.000 compartilhamentos e também aparece no WhatsApp, Facebook e Instagram (Reprodução/Twitter)

As fotos e os vídeos da suposta dentista foram roubados das redes de influenciadoras americanas e são usados para gerar engajamento em posts que atacam a esquerda e exaltam a direita. A identidade real da mulher que aparece nas imagens é a americana Paige Nicol Johnson, criadora da rede social PKLD. Aos Fatos identificou que ao menos três fotos postadas por Villas Boas foram roubadas das redes de Johnson.

Comparação mostra que foto publicada no Twitter por Lara foi retirada de perfil do Instagram de influenciadora americana
Comparação mostra que foto publicada no Twitter por Lara foi retirada de perfil do Instagram de influenciadora americana
Foto: Aos Fatos

'Vaza esquerdopata.' Villas Boas usa fotos de Johnson no Twitter para rebater críticas de usuários à sua publicação em defesa de empresas vinculadas ao trabalho escravo

A foto usada por Villas Boas em seu perfil no Twitter também foi retirada do Instagram de Johnson. Por meio de uma comparação das características faciais da influenciadora, Aos Fatos constatou que se tratava da mesma pessoa. Johnson confirmou, em mensagem direta no Instagram, que a foto foi publicada originalmente em seus stories.

Conforme apontado no Twitter pelo usuário @Avalon093, a suposta dentista brasileira também se apropriou de um vídeo postado no TikTok pela influenciadora americana Fatemeh Kirk para fingir que teria gravado uma dancinha em agradecimento ao deputado Nikolas Ferreira (PL-MG). Dois dias antes, Ferreira fez um discurso transfóbico no plenário da Câmara.

Lara marcou o deputado Nikolas Ferreira em postagem roubada de influenciadora do TikTok
Lara marcou o deputado Nikolas Ferreira em postagem roubada de influenciadora do TikTok
Foto: Aos Fatos

Dancinha. Vídeo publicado no dia 7 de março deste ano por influenciadora americana foi roubado por Villas Boas

Leia mais
BIPE Posts transfóbicos usam vídeos fora de contexto para disseminar ódio nas redes

Além de ter roubado as imagens de usuárias americanas, Villas Boas pode ter inventado até mesmo sua profissão: seu nome não consta na lista de inscritos do CFO (Conselho Federal de Odontologia) em Santa Catarina. Em busca nas redes, Aos Fatos também não encontrou nenhuma dentista com nome semelhante.

Esta reportagem foi atualizada às 12h05 do dia 17 de março de 2023 para incluir um parágrafo sobre a foto de perfil de Villas Boas.

Aos Fatos
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade