PUBLICIDADE

MP denuncia Pazuello por improbidade administrativa

Ex-ministro da Saúde será investigado por lentidão na compra de vacinas e aconselhamento ao tratamento precoce

2 jul 2021 10h48
ver comentários
Publicidade

O MPF (Ministério Público Federal) denunciou Eduardo Pazuello por improbidade administrativa. Na ação, os promotores pedem que o ex-ministro da Saúde seja investigado pelas omissões e falhas na gestão da pandemia no Brasil.

Na CPI, Pazuello disse que sua gestão não comprou as vacinas da Pfizer devido ao preço alto, mas governo assinou contrato para imunizante indiano a um valor maior
Na CPI, Pazuello disse que sua gestão não comprou as vacinas da Pfizer devido ao preço alto, mas governo assinou contrato para imunizante indiano a um valor maior
Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado / BBC News Brasil

A lentidão na compra de vacinas e o aconselhamento ao tratamento precoce, mesmo com a comprovação científica que é ineficaz, foram alguns dos atos citados na ação.

“A omissão e a negligência do ex-ministro da Saúde no trato das negociações das vacinas custou caro à sociedade (que sofre os efeitos sociais de uma economia em crise e sem perspectiva de reação), à saúde da população (que amarga índices descontrolados de morbidade e mortalidade por covid-19) e ao SUS (cujos leitos de UTI Covid adulto, só no primeiro semestre de 2020, custaram R$ 42 milhões/dia ou R$ 1,27 bilhão/ mês)”, diz a ação.

A decisão se Pazuello se tornaré réu cabe à Justiça.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade