2 eventos ao vivo

MP considera que há provas para condenar 15 na Lava Jato

Denúncias devem ser apresentadas antes do recesso do Judiciário, no dia 20 de dezembro

24 nov 2014
09h15
atualizado às 09h23
  • separator
  • comentários

O Ministério Público Federal considera que há provas suficientes para pedir a condenação de 15 investigados envolvidos na Operação Lava Jato que estão com prisão preventiva decretada pela Polícia Federal, de acordo com informações do Fantástico, da TV Globo. Entre eles está Ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, acusado de crimes como organização criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro.

<p>Paulo Roberto Costa fez acordo de delação premiada e cumpre prisão domiciliar</p>
Paulo Roberto Costa fez acordo de delação premiada e cumpre prisão domiciliar
Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom / Agência Brasil

As quatro irmãs: conheça as gigantes da construção no Brasil

As denúncias devem ser apresentadas antes do recesso do Judiciário, no dia 20 de dezembro, contra 11 executivos de seis grandes empreiteiras: Camargo Corrêa, Mendes Junior, OAS, Galvão Engenharia, Engevix e UTC. Alguns executivos alegaram que foram coagidos a pagar propina para manter os contratos com a Petrobras.

Além dos executivos das empreiteiras e do ex-diretor da Petrobras Renato Duque, as denúncias devem atingir o ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa, que fez acordo de delação premiada e cumpre prisão domiciliar, Fernando Soares, o Fernando Baiano, apontado como operador do PMDB no esquema criminosa, e o doleiro Alberto Youssef, que está em cela separada na Polícia Federal em Curitiba. 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade