9 eventos ao vivo

Barroso autoriza Delúbio Soares a passar Natal com a família

5 dez 2014
18h49
atualizado às 18h50
  • separator
  • 0
  • comentários

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou na quinta-feira(04), o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, a passar o Natal na casa dos pais, na cidade de Buriti Alegre, em Goiás.

<p>Delúbio Soares teve pedido de viagem para participar de eventos da CUT em SP negado</p>
Delúbio Soares teve pedido de viagem para participar de eventos da CUT em SP negado
Foto: Twitter

Barroso determinou que Delúbio se ausente do Distrito Federal (DF), onde cumpre prisão domiciliar, no período de 24 a 30 de dezembro. O ex-tesoureiro foi condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão do PT, a seis anos e oito meses pelo crime de corrupção ativa.

Delúbio Soares, que cumpre pena no regime aberto, teve a progressão do regime deferida por Barroso no fim de setembro, por já ter cumprido um sexto da pena e em razão do bom comportamento no Complexo Penitenciário da Papuda. Na época, o ministro autorizou a conversão em prisão domiciliar por não existir Casa de Albergado no Distrito Federal.

Na mesma decisão, Luís Roberto Barroso indeferiu pedido de Delúbio para viajar a São Paulo, entre 8 e 13 de dezembro. Ele iria à sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), onde presta assessoria aos sindicatos filiados à central.

“No caso concreto, o sentenciado pediu autorização para viajar pouco mais de um mês após lhe ter sido deferido o regime domiciliar. Com a devida vênia, entendo que tratar das estritas necessidades funcionais da Central Única dos Trabalhadores/CUT, em seminários, cursos e reuniões que a entidade promove pelo país afora, não caracteriza a excepcionalidade aqui exigida, sendo, ao revés, incompatível com o regime prisional domiciliar”, ressaltou Barroso.

 

Agência Brasil Agência Brasil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade