0

Fundador do PV, ex-deputado morre no Rio

11 jul 2020
08h36
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O jornalista, escritor e ambientalista Alfredo Sirkis morreu na tarde desta sexta-feira, 10, em acidente automobilístico em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O carro em que estava se desgovernou, perto do Arco Metropolitano, bateu em um poste e capotou. Ele morreu no local, aos 69 anos.

Sirkis foi fundador do Partido Verde (PV) com Carlos Minc e Fernando Gabeira, nos anos 1980, elegeu-se vereador quatro vezes, foi secretário municipal de Meio Ambiente (1993-1996) e de Urbanismo (2001-2006) nas gestões de Cesar Maia (DEM) na prefeitura do Rio. Também foi deputado federal, de 2011 a 2014.

Presidente do PV de 1991 a 1998, ano em que foi candidato do partido à Presidência, Sirkis não quis se candidatar à reeleição à Câmara. Passou a atuar então na sociedade civil. Dirigiu o Centro Brasil no Clima e representou no País o Climate Reality Project, do ex-vice-presidente americano Al Gore.

"A morte de Alfredo Sirkis deixa o Brasil menor. Ele criou o PV, e seu trabalho pela preservação do nosso meio ambiente foi fundamental", disse o presidente do PV, José Luiz Penna.

Sirkis foi da Geração de 68 brasileira, mas começou a se politizar no lacerdismo, aos 14 anos. Integrou a Vanguarda Popular Revolucionária (VPR). Em 1971, deixou o País. Retornou com a anistia de 1979.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também:

Ministro da Saúde foi avisado de que efeitos da covid-19 durariam até 2 anos
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade