0

"Estado é laico, mas não é 'laicista'", afirma Damares

Ministra defendeu parcerias do governo federal com instituições religiosas

3 dez 2020
20h12
atualizado às 20h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse hoje, 3, que o governo federal continuará a fazer parcerias com instituições religiosas. Em evento no Palácio do Planalto, Damares destacou, no que chamou de "um recado para a imprensa", que o Estado não é "laicista".

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves
A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves
Foto: RENATO COSTA /FRAMEPHOTO / Estadão Conteúdo

Em sua fala, a ministra respondeu críticas sobre o uso de recurso do programa Pátria Voluntária, coordenado pela primeira-dama, Michelle Bolsonaro. "Mais um recado para a imprensa: o Estado é laico mas não é laicista. A maior crítica que fizeram ao Pátria Voluntária, a mim, e a Michelle, e a todos os conselheiros, é que nós usamos, aproveitamos, toda a logística de instituições religiosas", disse.

"As instituições religiosas que estão há anos cuidando do nosso povo. Nós vamos continuar fazendo parceira, queiram vocês ou não da imprensa, com as instituições religiosas nesse País. O Estado é laico mas não é laicista. Ai do Brasil se não fossem as instituições religiosas", declarou. As falas ocorreram em evento de comemoração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência e ao Dia do Voluntariado.

Veja também:

Sem máscara, Bolsonaro vai a lotérica e padaria em Brasília
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade