PUBLICIDADE

Em tom irônico, Snowden cita “2º grampo” de Dilma

17 mar 2016 20h48
| atualizado às 20h48
ver comentários
Publicidade
Edward Snowden foi o delator de programas de vigilância que os EUA utilizam para espionagem
Edward Snowden foi o delator de programas de vigilância que os EUA utilizam para espionagem
Foto: Flickr/Mike Mozart / O Financista

O norte-americano Edward Snowden, delator de programas de vigilância que os EUA usam para espionagem, utilizou a sua conta no Twitter nesta quinta-feira (13) para fazer uma brincadeira com a presidente Dilma Rousseff. “3 years after @dilmabr wiretap headlines, she’s still making unencrypted calls” (“Três anos após as notícias das gravações de Dilma, ela continua fazendo ligações não-criptografadas”, em tradução literal), escreveu Snowden.

O ex-técnico da CIA também citou a dificuldade para alguém permanecer invisível e, portanto, longe de alguma interceptação ou grampo. "Desaparecer continua sendo um conto de fadas", complementa.

Em julho do ano passado, o site WikiLeaks divulgou que os EUA grampearam Dilma, alguns de seus ex-ministros e o avião presidencial, em um total de 29 telefones do governo petista.

Nesta quinta-feira (16), o juiz federal Sérgio Moro revogou o sigilo de Justiça da Operação Lava Jato e, por isso, o conteúdo de uma conversa entre Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, grampeada pela Operação Lava Jato, foi divulgado. 

O Financista Todos os direitos reservados
Publicidade
Publicidade