PUBLICIDADE

Depoente e senadores trocam ofensas e CPI é suspensa; veja

Ministro do CGU chama parlamentar de "descontrolada" e assessores precisaram intervir na sala

21 set 2021 16h49
ver comentários
Publicidade
Ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário
Ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário
Foto: Leopoldo Silva / Agência Senado

Uma grande confusão que ocorreu após troca de ofensas entre depoente Wagner Rosário, ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), e senadores na CPI da Covid nesta terça-feira, 21, fez com que a sessão fosse suspensa por alguns minutos e, na sequência, encerrada abruptamente. 

Os desentendimentos aconteceram após fala da senadora Simone Tebet (MDB-MS), que acusou Wagner Rosário de omissão no episódio da compra da Covaxin, apontando irregularidades no contrato.

Em resposta, o ministro mandou a senadora "lesse tudo de novo" o material e a acusou de trazer "inverdades" à CPI. Tebet rebateu, dizendo que o depoente não poderia dar ordens a ela, ao que Wagner afirmou que a senadora estava "descontrolada". 

A fala do depoente revoltou os senadores. Randolfe Rodrigues apontou machismo na fala de Wagner e o senador Otto Alencar chamou o ministro da CGU de "moleque".

Os ânimos se exaltaram, houve empurra-empurra e assessores da Casa precisaram intervir. Omar Aziz decidiu, então, suspender e encerrar a sessão após a confusão.

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade