PUBLICIDADE

CPI aciona Pacheco por vídeo de Jair Renan para senadores

Jair Renan usou seu perfil no Instagram para provocar a CPI da Covid mostrando um vídeo com cerca de 10 armas. "Aloooo CPI kkkkk", escreveu

21 set 2021 16h22
| atualizado às 16h45
ver comentários
Publicidade

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), acionou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), pelas declarações de Jair Renan Bolsonaro, o filho 04 do presidente Jair Bolsonaro.

Jair Renan usou seu perfil no Instagram para provocar a comissão, que investiga a atuação de Bolsonaro na pandemia, mostrando um vídeo com cerca de 10 armas. "Aloooo CPI kkkkk", escreveu.

Omar Aziz conversou com Pacheco na manhã desta terça, 21. De acordo com Aziz, o presidente do Senado irá determinar providências cabíveis. O vídeo foi alvo de críticas na comissão e até tentativa de convocação do filho do presidente.

Jair Renan Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, provocou a CPI da Covid em postagem no Instagram nesta segunda-feira, 20.
Jair Renan Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, provocou a CPI da Covid em postagem no Instagram nesta segunda-feira, 20.
Foto: Instagram/Reprodução / Estadão Conteúdo

"Isso é uma coisa absurda, sob qualquer aspecto. Essas ameaças de um fedelho como esse não vão intimidar, de forma nenhuma, essa Comissão Parlamentar de Inquérito", disse o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL).

Aliado de Bolsonaro, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) também classificou a postura do filho do presidente como inapropriada, mas foi contra a convocação de Jair Renan. "É algo absolutamente inapropriado. Agora, é caso de convocação à CPI esse fato? Não, não é", disse o parlamentar governista.

"Embora na fala dele não vi nenhuma ameaça a quem quer que seja, apenas uma associação ali entre o que estava se falando aleatoriamente, uma imagem e um texto, mas que se encaminhe para o foro apropriado para que se faça a apuração", afirmou Marcos Rogério.

Estadão
Publicidade
Publicidade