0

Com situação indefinida, Bebianno segue em hotel em Brasília

18 fev 2019
09h53
atualizado às 10h35
  • separator
  • comentários

Com sua situação no governo Bolsonaro ainda indefinida, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, está recluso na manhã desta segunda-feira, 18. A esperada exoneração ainda não foi publicada em edição extra no Diário Oficial da União. Enquanto isso, ele segue no hotel onde mora em Brasília.

No domingo, o ministro almoçou em um restaurante de gastronomia portuguesa em Brasília, na companhia da família e do suplente do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o empresário Paulo Marinho. Na saída, Bebianno falou ao jornal O Estado de S. Paulo que precisava "ficar quieto, acalmar a cabeça". À noite, preferiu não sair. Pediu o jantar no quarto do hotel.

Bebianno conversa com jornalistas em frente ao hotel onde mora, em foto tirada no domingo (17)
Bebianno conversa com jornalistas em frente ao hotel onde mora, em foto tirada no domingo (17)
Foto: Dida Sampaio / Estadão

Em sua agenda oficial desta segunda, não há compromissos oficiais marcados. Reservadamente, Bebianno tem deixado clara sua mágoa com a atitude do filho do presidente Carlos Bolsonaro, vereador do Rio de Janeiro, que o chamou de mentiroso. Em conversas, o ministro tem dito que o ciúme exacerbado que Carlos tem do pai foi colocado acima do projeto de melhorar o País.

Veja também

 

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade