PUBLICIDADE

Política

Celulares ficam do lado de fora em churrasco realizado por Lula no Alvorada

Presidente reúne ministros e líderes do governo para momento de descontração após semana de tensões e turbulências políticas

27 mai 2023 - 00h28
(atualizado às 07h53)
Compartilhar
Exibir comentários
No último fim de semana, Lula esteve no Japão para participar da Cúpula do G7
No último fim de semana, Lula esteve no Japão para participar da Cúpula do G7
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil / Perfil Brasil

BRASÍLIA - Depois de uma semana marcada por turbulências políticas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva promoveu um churrasco, na noite desta sexta-feira, 26, com ministros e líderes do governo, no Palácio da Alvorada. Os telefones celulares ficaram do lado de fora, mas, nas rodinhas de conversa, o assunto era a relação com o Congresso.

Dos 37 ministros, nove compareceram. Quando receberam o convite, muitos já estavam longe de Brasília. Marina Silva (Meio Ambiente) e Sônia Guajajara (Povos Indígenas) não passaram pelo Alvorada. Nove horas após participar de uma reunião com Lula, no Palácio do Planalto, Marina afirmou que encerrava a semana com espírito feliz. Disse não ter ido ao churrasco porque já tinha uma confraternização marcada antes, na casa do novo presidente do ICMbio, Mauro Pires.

Embora os percalços no Congresso não pudessem deixar de fazer parte das conversas, principalmente após uma comissão de deputados e senadores ter feito mudanças na configuração dos ministérios, Lula e a primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, muitas vezes desviavam do tema. Argumentavam que a hora era de descontração e de jogar conversa fora. Mesmo com todos os reveses enfrentados pelo Planalto nesta semana, ministros presentes também comemoraram a aprovação da nova âncora fiscal pela Câmara.

Com picanha à vontade no Alvorada, houve quem cobrasse ali que o ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência, Paulo Pimenta, gaúcho de Santa Maria, preparasse o próximo churrasco, para manter a tradição.

Além de Pimenta, estiveram presentes à confraternização os ministros Rui Costa (Casa Civil), Alexandre Padilha (Relações Institucionais), Flávio Dino (Justiça), Anielle Franco (Igualdade Racial), Alexandre Silveira (Minas e Energia), Carlos Fávaro (Agricultura), Luiz Marinho (Trabalho) e Margareth Menezes (Cultura). Os líderes do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE); no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), e no Congresso, Randolfe Rodrigues (sem partido-AP) também compareceram.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade