0

Bolsonaro e Alckmin trocam ataques no Twitter

Alckmin disse que "covardia é desrespeitar mulheres, negros e pobres"; Bolsonaro respondeu que "desrespeitoso é deixar crianças sem merenda"

23 set 2018
09h20
atualizado às 09h42
  • separator
  • comentários

O candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, revidou o ataque do concorrente Geraldo Alckmin (PSDB) ao afirmar via Twitter que desrespeitoso com os pobres é "deixar as crianças sem merenda nas escolas", em relação às suspeitas de fraude na compra de alimentos para escolas por políticos tucanos.

A troca de ofensas entre os candidatos teve início na tarde desta sexta-feira, 21, após o presidenciável do PSL classificar, em entrevista à Folha de S.Paulo, como "covardia" os ataques que a campanha de Alckmin faz contra ele em propagandas de rádio e TV.

Campanha de Alckmin tinha sinalizado trégua em ataques a Bolsonaro
Campanha de Alckmin tinha sinalizado trégua em ataques a Bolsonaro
Foto: Gabriela Biló / Estadão Conteúdo

Pelo Twitter, no início da noite de sábado, Alckmin afirmou que "covardia é desrespeitar mulheres, negros e pobres".

Bolsonaro
Bolsonaro
Foto: Reuters / BBC News Brasil

O ataque a Bolsonaro faz parte da estratégia tucana para desconstruir o candidato, faltando duas semanas para o primeiro turno. O militar lidera as intenções de voto, seguido do candidato petista, Fernando Haddad. Alckmin vem em quarto lugar.

Veja também:

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade