PUBLICIDADE

Polícia

PM mata a tiros homem com esquizofrenia que entrou em batalhão em São Paulo

Swammy Hwygen Araújo de Oliveira teria entrado no local com uma faca e machucado um PM; familiares afirmam que PM excedeu na violência

21 nov 2023 - 16h03
Compartilhar
Exibir comentários
Viatura da PM SP
Viatura da PM SP
Foto: Alexandre Serpa/Futura Press

Um homem de 31 anos foi morto dentro do 37º Batalhão da Polícia Militar, no Capão Redondo, em São Paulo, na tarde da última sexta-feira, 17. De acordo com a Folha de S. Paulo, a família do poeta Swammy Hwygen Araújo de Oliveira informou que ele era esquizofrênico. 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele teria entrado no local com uma faca e feriu um policial militar. Outros policiais que estavam no batalhão teriam reagido e balearam Oliveira, que foi socorrido ao PS Campo Limpo, mas não resistiu aos ferimentos. 

Em nota, a SSP informou que a Polícia Militar apura as circunstâncias do caso e a conduta dos policiais. No local, foram apreendidas a faca usada pelo poeta e duas armas calibre .40 dos agentes de segurança. O caso foi registrado como resistência e morte decorrente de intervenção policial no DHPP.

Ainda conforme a Folha, Oliveira estava aposentado havia seis meses, gostava de dar festas para crianças da periferia, e participava de movimentos sociais. A reportagem ouviu parentes do rapaz, que preferiram não se identificar, disseram que ele tinha depressão, e que ele tomava medicamentos para evitar surtos que poderiam ocorrer esporadicamente. 

Eles também afirmaram que Oliveira não andava com facas, e que na visão deles, a PM excedeu na violência, e atirou ao menos seis vezes contra a vítima. 

Os familiares também encontraram dificuldade de saber para onde o corpo do poeta foi encaminhado, pois, inicialmente, foi informado de que ele estava no Instituto Médico Legal (IML), na zona sul, que está fechado. No entanto, o corpo dele foi encontrado no IML ao lado da Ceagesp na noite de sábado, 18. O rapaz foi velado no domingo, 19. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade