PUBLICIDADE

PF mira em servidor da ANP em operação que investiga corrupção na agência reguladora

22 fev 2024 - 08h10
(atualizado às 09h46)
Compartilhar
Exibir comentários

Um servidor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) é alvo nesta quinta-feira de uma operação da Polícia Federal que apura suspeitas de corrupção passiva, concussão (quando um servidor solicita vantagens em função do cargo que ocupa) e tráfico de influência na agência reguladora.

Os agentes da PF cumprem dois mandados de busca e apreensão na ação dessa quinta. Os mandados foram expedidos pela 10ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro e os agentes cumprem as determinações judiciais em Niterói e na capital fluminense.

A investigação que deu origem à operação apontou que um servidor público federal da ANP estaria utilizando informações sigilosas para solicitar vantagens indevidas.

"O investigado estaria contando com auxílio de terceiros sem vínculo funcional com a ANP, mas que se passavam por supostos servidores, e, munidos com informações sigilosas, estariam solicitando vantagens indevidas a agentes regulados da referida autarquia federal", disse a Polícia Federal em nota.

O funcionário da ANP alvo da operação desta quinta foi afastado de suas funções pela Justiça até o desfecho das investigações.

Em nota, a ANP afirmou que, como as investigações estão em curso, não pode fornecer mais detalhes, ao mesmo tempo que afirmou que "emprega total empenho na colaboração com as investigações" e que "não admite desvios de conduta e tomará as medidas cabíveis ao final da investigação".

"A investigação teve início por iniciativa da própria ANP, que acionou os órgãos competentes para a realização do procedimento investigativo", acrescentou o órgão regulador.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade