Cidades

Juíza é suspensa após gritar com testemunha que se recusou a chamá-la de "excelência"

29 nov 2023 - 11h52
Compartilhar

O incidente ocorreu em Xanxerê, no interior de Santa Catarina, em 14 de novembro. A confusão se iniciou após a juíza frisar que o depoente deveria se referir a ela como “excelência” No vídeo, é possível ver a magistrada Kismara Brustolin gritando com o depoente. O homem se desculpa, mas enfatiza que não é obrigado a se dirigir a ela dessa forma Insatisfeita, a juíza o chama de "bocudo" e anuncia a suspensão da audiência. O tribunal em Santa Catarina iniciou uma investigação para apurar o ocorrido. A OAB-SC emitiu comunicado denunciando o comportamento agressivo da juíza.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade