0

Taxa de transmissão sobe no Rio e comitê quer fechar praias

Especialistas também sugerem que as aulas presenciais em escolas e creches municipais sejam novamente suspensas

3 dez 2020
10h53
atualizado às 11h28
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

RIO - O Comitê Científico da Prefeitura do Rio, formado por especialistas para discutir o combate à pandemia do coronavírus, sugeriu o retorno de algumas medidas que visam ao afastamento social. O motivo é o aumento na taxa de contágio nas últimas semanas.

Proibição de ficar na areia não vem sendo seguida pelos frequentadores das praias do Rio
Proibição de ficar na areia não vem sendo seguida pelos frequentadores das praias do Rio
Foto: Sílvio Alves Barsetti

Dentre as medidas propostas estão a proibição da permanência de pessoas na praia e mesmo os banhos de mar. Eventos em geral seriam proibidos, sejam eles sociais ou feiras de negócios e exposições.

As aulas presenciais em escolas e creches municipais seriam novamente suspensas. O comércio poderia permanecer aberto, mas não poderia abrir antes das 11h.

Todas essas medidas foram debatidas em reunião realizada pelo comitê na quarta-feira, 2. Segundo a ata do encontro, representantes de hospitais privados do Rio alertaram sobre o aumento da procura por internações nas últimas quatro semanas. Na rede municipal, o crescimento na busca por atendimento foi "exponencial".

Eventual retorno de medidas de distanciamento, porém, ainda dependem de decisão da Prefeitura do Rio. Ao Estadão, o governo municipal informou que "a situação de covid é monitorada permanentemente" e que, "havendo decisões a serem informadas, a Prefeitura prontamente divulgará".

Veja também:

VÍDEO: taxista morre e ônibus explode após acidente na PR 423
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade