0

Quem perdeu voo por causa de alagamento pode pedir reembolso sem pagar multa

Por causa dos alagamentos causados pela chuva, muitos passageiros não conseguiram chegar aos aeroportos de Congonhas e Cumbica nesta segunda-feira.

10 fev 2020
18h15
atualizado às 19h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Por causa dos alagamentos causados pela chuva, muitos passageiros não conseguiram chegar aos aeroportos de Congonhas e Cumbica. Quem foi prejudicado poderá remarcar o bilhete ou pedir reembolso sem pagar multa. 

Gol

A Gol informou que, até as 16h, 42 voos da companhia que tinham como origem ou destino os aeroportos de Congonhas e Guarulhos tiveram de ser alternados (11) e cancelados (31).

A empresa afirma que os clientes poderão remarcar as viagens de e para os aeroportos de Guarulhos e Congonhas sem a cobrança de taxas, de acordo com a disponibilidade. Outra opção é solicitar o reembolso com crédito integral para usar em futuros voos. 

Em caso de dúvidas, a Gol recomenda entrar em contato pelos canais de atendimento da empresa, no site da companhia, que é www.voegol.com.br, no aplicativo ou pelo telefone da Central de Relacionamento: 0300 115 2121.

Latam

A Latam informou  que flexibilizou as regras de alteração de viagem para os passageiros com voos programados nos aeroportos de Congonhas e Guarulhos em razão das chuvas. Os clientes que optarem pela alteração de seus voos podem efetuá-la por meio do site da empresa, que é www.latam.com, pela Central de Vendas e Serviços (4002-5700 nas capitais ou 0300-570- 5700 nas demais localidades do Brasil) ou em uma loja da companhia.

A empresa informa que ofereceu as seguintes alternativas para os clientes: 

Alterar a data do voo sem cobrança de multa e diferença tarifária para nova data dentro da vigência do bilhete.

Alterar origem/destino do voo sem cobrança de multa, mas sujeito à diferença tarifária e para período dentro da vigência do bilhete.

Solicitar o reembolso do bilhete sem cobrança de multa.

Os passageiros que não tiveram voos cancelados ou reprogramados podem adotar uma das seguintes opções:

Alterar a data do voo sem cobrança de multa e diferença tarifária para voo até 15 dias após a data do voo original.

Alterar origem/destino do voo sem cobrança de multa, mas sujeito à diferença tarifária e para período dentro da vigência do bilhete.

Solicitar o reembolso do bilhete sem cobrança de multa.

A empresa recomenda ainda que os clientes se programem para chegar mais cedo aos aeroportos. A companhia recomenda chegada com antecedência de 2 horas para voos domésticos e de 4 horas para voos internacionais.

A Latam diz ainda para os passageiros consultarem a situação dos voos por meio do site www.latam.com ou do aplicativo da companhia. 

Azul

Azul enviou um comunicado sobre o cancelamentos dos voos nesta segunda-feira, 10. Segundo a empresa, por causa das condições meteorológicas adversas e por motivos operacionais foram cancelados 11 voos.  A companhia diz estar prestando assistência aos clientes prejudicados, que serão reacomodados em outros voos da própria companhia.

A Azul afirma que quem não conseguiu chegar aos aeroportos de Guarulhos e Congonhas em função dos pontos de alagamentos podem optar por remarcar os voos para esta segunda-feira, 10, ou terça-feira, 11, sem custo, ou solicitar o reembolso integral do bilhete. As informações podem ser acessadas no site da companhia, que é  voeazul.com.br

Confira abaixo os voos da Azul cancelados:

AD4004 (Congonhas-Santos Dumont)

AD4005 (Santos Dumont-Congonhas)

AD4011 (Santos Dumont-Congonhas)

AD4012 (Congonhas-Santos Dumont)

AD2820 (Guarulhos-Salvador)

AD2821 (Salvador-Guarulhos)

AD2702 (Guarulhos-Bauru)

AD2703 (Bauru-Guarulhos)

AD5010 (Guarulhos-Porto Alegre)

AD2756 (Guarulhos-Foz do Iguaçu)

AD2759 (Foz do Iguaçu-Guarulhos)

Aeroportos

A GRU Airport, empresa que administra o Aeroporto Internacional de Guarulhos, informou que, em razão das chuvas e focos de alagamento na cidade, entre 9h e 16h o aeroporto teve um total de 21 voos cancelados e 22 alternados para outros aeroportos. Desses 22, 21 acabaram retornando para Gru e um foi cancelado. 

A empresa recomenda que os passageiros confirmem seu voo antecipadamente com as próprias companhias aéreas.  

Em função das chuvas e focos de alagamento pela cidade de São Paulo, entre 9h e 16h desta segunda-feira, 10, o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, teve 21 voos cancelados e 22 alternados para outros aeroportos -- dos quais, 21 retornaram para GRU e um foi cancelado. 

A concessionária GRU Airport recomenda aos passageiros que confirmem seu voo antecipadamente com as companhias aéreas.

Também é possível consultar a situação dos voos no site da GRU Airport, que administra o aeroporto ou pela central de atendimento do aeroporto 11 2445-2945.

Já no Aeroporto de Congonhas, segundo a Infraero, dos 169 voos programados para esta segunda-feira, 142 partiram no horário. Até as 16h, 18 estavam atrasados e cinco foram cancelados.

Viracopos não foi afetado. 

O Aeroporto de Viracopos está operando normalmente. Pela manhã, recebeu seis voos que tiveram de ser desviados do Aeroporto de Guarulhos, mas isso não impactou nas operações dos aeroportos.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade